Cinco mil participantes do Google I/O saíram com um sorriso de orelha a orelha após um dos anúncios da empresa: cada desenvolvedor, estusiasta e afim que está no evento, em San Francisco, ganhou uma versão limitada do Galaxy Tab 10.1, da Samsung — agora em sua versão final, fininho, levinho e com um hardware bem interessante.

Além de ter a palavra “limitado” no bolo, detalhe que criará grandes leilões no eBay, o Galaxy Tab 10.1 distribuído no Google I/O tem outras diferenças em relação à última aparição do aparelho nos EUA, na CTIA: a traseira é branca com vários robozinhos em marca d’água e, ao ligá-lo, os usuários encontraram o Android em sua forma original, sem modificações da Samsung. Mesmo assim, o Honeycomb ainda está em sua versão 3.0 no aparelho; nada de 3.1 hoje.

Mas a parte do hardware conseguiu impressionar boa parte dos jornalistas presente, como o pessoal do This Is My Next:

Fisicamente, nós já brincamos com o 10.1 antes e a opinião continua: é um belo tablet que acertou o alvo no design, peso, tamanho e espessura. No início eu não me empolguei com a tela extremamente brilhante, mas desativar o brilho automático e colocar tudo no máximo cria uma imagem que realmente salta aos olhos — e com ângulo de visão próximo dos 180 graus. Sinceramente, eu diria que este é o primeiro tablet que eu já vi que fica pau a pau com o iPad 2 no quesito design industrial… então, se o Android 3.1 entregar as boas novidades e os desenvolvedores responderem com um mar de apps incríveis, a Samsung pode sem dúvida ter um aparelho campeão em mãos.

Mas que beleza! Bom saber que a Samsung prometeu o Galaxy Tab 10.1 no Brasil para junho e que ele está empolgando um grande público. Ponto para os coreanos, que escolheram um bom lugar para marcar território e fazer buzz. Mais fotos no link: [This Is My Next]