O Google irritou muita gente quando desativou um dos aspectos mais legais do Chromecast, que era a capacidade de tocar conteúdo local a partir de apps de terceiros. Agora a empresa afirma que foi um erro e o conteúdo local voltará ao Chromecast.

Pouco após o lançamento do Chromecast, o desenvolvedor Koushik Dutta criou um app para fazer streaming de tudo chamado Aircast. Ele funcionava como uma versão do Apple AirPlay para Android, o que significa que você poderia enviar praticamente qualquer vídeo para o dongle maravilhoso do Google. Na atualização automática liberada ontem pelo Google para o Chromecast (que é feita automaticamente quando o dispositivo está ligado e não pode ser evitada), a funcionalidade foi perdida. Dutta observou a atualização e percebeu que ela desativou a função de streaming local intencionalmente.



O Google diz que não é este o caso, e diz que o fato do Chromecast ser novo contribuiu para isso, e disse que gosta muito da capacidade de conteúdo local:

Estamos animados para trazer mais conteúdo ao Chromecast e queremos dar suporte a todos os tipos de apps, incluindo os de conteúdo local. Ainda estamos nos primeiros dias do Google Cast SDK, que foi lançado em versão de preview de desenvolvedores para início de desenvolvimento e testes apenas. Esperamos que o SDK continue a mudar antes de sair da versão preview, e queremos dar a melhor experiência para usuários e desenvolvedores antes de tornar o SDK e apps adicionais disponíveis.

De acordo com Dutta, ainda parece que o desaparecimento do conteúdo local foi feito de propósito, e este voto de apoio para esses apps parece uma forma do Google retroceder. Para ser justo, espelhar uma aba aberta do Chrome ainda é possível, e US$ 35 pelo Chromecast é um bom negócio. Vamos ter que esperar para ver como vai ser o suporte a apps que podem melhorar o uso do Chromecast.