O Google Earth ganhou uma grande atualização em abril deste ano, com a inclusão da seção Viajante e com o acesso direto a partir do Google Chrome. Nesta terça-feira (11), o Google anunciou um conteúdo especial sobre a Amazônia para a ferramenta, dentro do mapa interativo. Navegando pelo globo virtual teremos 11 histórias da região, com experiências em vídeo, áudio e realidade virtual em 360 graus.

• A atualização do Google Earth deixou a ferramenta muito mais interessante
• Como é navegar pelo mundo usando o Google Earth em realidade virtual

Batizado de “Eu sou Amazônia”, o projeto pretende “capturar a complexidade da floresta que produz 20% do oxigênio do planeta e abriga uma em cada dez espécies de animais”. A partir da experiência pelo menu Viajante, dá para conhecer a cadeia de produção de produtos como castanha-do-pará e açaí e o cotidiano de povoados e esforços sustentáveis de comunidades que extraiam determinados materiais. A maioria dos vídeos tem a mão do diretor Fernando Meirelles (Cidade de Deus), além da ajuda de equipes da produtora O2 e do Instituto SocioAmbiental (ISA).

O projeto começou em 2007, com o Cacique Almir, que descobriu o Google Earth em um café em um centro urbano. Ele viu na ferramenta um potencial para proteger o legado e as tradições de sua tribo, Paiter Suruí, e então propôs uma parceria, que virou o Mapa Cultural dos Suruí. O projeto evoluiu, e a atuação se ampliou para mais de 30 comunidades. As interações no modo Viajante fazem parte de uma iniciativa global do Google.

Atualmente, existem dezenas de histórias no Google Earth, e novas são adicionadas a cada semana. Há também 20 mil destinos com os cartões informativos, que oferecem detalhes de determinadas regiões do mundo e servem como plano de fundo para informações mais densas dentro dos itinerários da função Viajante. O conteúdo interativo sobre a Amazônia já está disponível para desktops, smartphones e tablets, é só acessar este link.

[Google]

Imagem do topo: Divulgação/Luciana Aith