Se você quer saber se tal via estará empanturrada hoje, não tente descobrir isso pelo Google Maps — o site eliminou as estimativas. Não porque o sistema não era popular. A questão é que aqueles cálculos não se traduziam em realidade.

O Atlantic descreve que uma série de usuários ficou revoltado com a mudança do Google. A resposta da empresa?

Nós concluímos que nosso sistema de informação por trás dessa característica não é tão bom quanto ele deveria. Portanto, nós desativamos a opção e estamos trabalhando em uma solução melhor e mais precisa. Nós estamos sempre trabalhando para entregar aos usuários do Google Maps a melhor experiência possível com as atualizações!

Tradução: a estimativa de tráfego não funcionava. E como pergunta Nicholas Jackson, do Atlantic, como o Google, que coleta tantos dados de localização de motoristas com Android, consegue usá-los tão mal a ponto de eles serem inúteis? [The Atlantic]