Google tem cinco novos experimentos para tentar reduzir seu vício em smartphone

Os smartphones são uma necessidade moderna, mas por tudo aquilo que eles permitem, estes pequenos retângulos também são uma fonte inesgotável de ansiedade. Para ajudar a combater isso, o Google está lançando cinco experimentos de “bem-estar digital” para “ajudar as pessoas a encontrarem um melhor equilíbrio com a tecnologia”. Os cinco experimentos são de código […]

Novos apps do Google de bem estar digital

Google

Os smartphones são uma necessidade moderna, mas por tudo aquilo que eles permitem, estes pequenos retângulos também são uma fonte inesgotável de ansiedade. Para ajudar a combater isso, o Google está lançando cinco experimentos de “bem-estar digital” para “ajudar as pessoas a encontrarem um melhor equilíbrio com a tecnologia”.

Os cinco experimentos são de código aberto, e cada um foi pensado para limitar as distrações e reduzir quanto tempo você gasta no smartphone. Unlock Clock, por exemplo, é um papel de parede que conta e exibe o número de vezes que você desbloqueou o telefone por dia. Um outro experimento é o Post Box que agrega e agenda suas notificações de modo que você só verá algumas delas por dia.

Enquanto isso, os experimentos Desert Island e Morph são concentrados em limitar apps que você interage por determinado tempo. Embora o primeiro desafie você a usar apenas os apps mais essenciais num período de 24 horas, o Morph permite que você agrupe apps por temas como “Exercício” ou “Trabalho”. Por fim, o app We Flip é uma adaptação digital daquele jogo em que todo mundo em um grupo coloca o telefone num recipiente para não ser usado — a primeira pessoa a pegar perde.

“Esperamos que esta plataforma inspire desenvolvedores e designers a criar experimentos e colocar o bem-estar digital no centro daquilo que forem construir no futuro”, escreveu o Google na sua área de perguntas frequentes. “Esses experimentos foram projetados para ajudar as pessoas a considerarem seu relacionamento com a tecnologia. Eles podem ser usados por um dia, uma semana ou por quanto tempo for útil”.

Não faltam aplicativos de “desintoxicação digital” criados para ajudar a acabar com o vício em smartphones. Essas experiências parecem ser uma extensão da iniciativa “Bem-estar digital” anunciada no Google I/O de 2018 e introduzidos posteriormente no Android 9 Pie. Dito isso, é bom que o Google abra o código para os experimentos e forneça diretrizes para que outros desenvolvedores e designers possam fazer os seus próprios. No entanto, o que quer que seja criado está atualmente limitado a “aparelhos Android populares recentes”. Se você não tiver certeza, o Google diz que a Play Store notificará os usuários sobre a disponibilidade, se seus telefones forem compatíveis.

Sair da versão mobile