O Google Assistente pode ser muito útil, mas dependendo de qual dispositivo você estiver usando, nem todos os comandos e funcionalidades estão disponíveis. O Google pretende mudar isso. Em uma atualização anunciada nesta quinta-feira (11), a companhia se comprometeu a disponibilizar mais habilidades do Assistente no maior número possível de dispositivos inteligentes, começando com três importantes adições.

O primeiro recurso que ficará disponível em mais aparelhos é o Voice Match, que permite ao Google Assistente reconhecer quem está fazendo uma pergunta ao identificar a voz. Isso é importante porque o Assistente usa sua identidade para transmitir informações relevantes sobre a sua agenda, o seu deslocamento e assim por diante – detalhes que podem não se aplicar para todos em sua casa.

Além disso, cada smart speaker ou smart display suportará o Voice Match para até seis pessoas. A menos que você tenha uma família realmente grande, todos devem conseguir respostas individualizadas.

O segundo recurso que ficará disponível em mais dispositivos é a sensibilidade às palavras de ativação, que permite que você personalize o quão responsivo o Assistente é quando você diz “Ei, Google” ou “OK, Google”.

Para muitos falantes nativos de inglês nos EUA, o Google Assistente já é muito bom em responder de forma oportuna quando você o chama. No entanto, para pessoas com sotaque, ajustar a sensibilidade da palavra de ativação pode tornar os comandos mais fáceis de serem utilizados.

Por fim, a terceira característica que terá um suporte mais amplo é a capacidade de escolher qual é o seu alto-falante padrão para reproduzir música ou outro áudio. Configurar o speaker padrão será bem simples: bastará abrir o Google Home e depois selecionar o alto-falante de sua escolha.

Se em algum momento você queira tocar música em um alto-falante diferente em sua casa, poderá especificar isso no final de um comando: “OK, Google, toque Daft Punk no alto-falante da cozinha”.

Alguns alto-falantes inteligentes como o Sonos levaram anos para ter as funcionalidades mais básicas do Google Assistente. Com essas mudanças, é bom ver que a companhia está se comprometendo a levar os recursos para uma maior variedade de dispositivos.