O Google decidiu voltar a adotar limite de tempo na versão gratuita do Google Meet. Antes da decisão, as videochamadas poderiam durar até 24 horas sem interrupção.

Em abril de 2020, a empresa aumentou os benefícios nas videochamadas por conta da pandemia de Covid-19, que estendeu o uso do serviço para reuniões de trabalho e aulas. Foi uma tentativa para competir melhor com outras plataformas de vídeo, entre elas o Zoom e o Microsoft Teams.

O prazo da gratuidade era até 30 de setembro de 2020, mas o Google estendeu a janela até março de 2021 e, novamente, até o final de junho. Agora, quem utiliza o serviço gratuito terá o limite de uma hora para três ou mais participantes. Uma notificação surge automaticamente aos usuários quando a reunião atingir 55 minutos de duração. Caso haja somente dois participantes, as videochamadas permanecem com limite máximo de 24 horas.

Google Meet planos
Google Meet oferece planos pagos desde básico até premium. Captura de tela: Reprodução

O Google possui diferentes planos mensais do Workspace com outros benefícios, como armazenamento em nuvem e controles de segurança e gerenciamento. O preço varia entre R$ 24,30, para a versão mais básica, e R$ 81, no modelo Business Plus.

Assine a newsletter do Gizmodo

Para quem busca outras plataformas de videochamadas, o Zoom, Skype, FaceTime e Microsoft Teams se tornaram os principais serviços desse tipo desde o começo da pandemia em que a maioria das escolas e empresas estão atuando de forma remota.

[Android Police]