Isso pode parecer um pouco surpreendente vindo de alguém famoso por remover metodicamente algumas barreiras bem resistentes do mundo tecnológico, mas em um post em seu blog, “a má gestão do Google no Android Market”, Jon alega que o Google faz muito pouco para controlar os aplicativos que oferece.

Os mais baixados na seção Multimedia, ele usa como exemplo, são serviços ilegais de download de música e apps de toques musicais que são puro spam (aliás, os mesmo que estão fazendo muito dinheiro por meio do Google Ads). Esses aplicativos violam os direitos autorais e prejudicam players legítimos do Android Market, como o MOG ou o Rdio.

Jon também cita um estudo feito pela Larva Labs que indica que a Apple paga para seus desenvolvedores 50 vezes mais do que o Google, frisando que os desenvolvedores de Android só podem vender aplicativos em 13 dos 46 países que o SO está presente (aqui no Brasil, por exemplo, ficamos só com os gratuitos). O Google está sendo negligente duas vezes nesse caso: não está prestando atenção em seus desenvolvedores, nem cuidando dos aplicativos que eles criam para o Market.

A Apple é constantemente (e às vezes com razão) criticada pelo processo vago e cheio de censura de aprovação na App Store. Mas, com a explosão de crescimento do Android Market, o Google terá de fazer algumas mudanças para garantir que os aplicativos de qualidade não fiquem perdido no meio do lixão. [Nanocr.eu]