Segundo o post no Blog Oficial do Google:

Nós decidimos que não pretendemos mais censurar nossos resultados no Google.cn e, sendo assim, no decorrer das próximas semanas discutiremos com o governo Chinês as bases sobre as quais poderemos operar um motor de buscas sem filtros dentro das margens da lei, se houverem. Nós reconhecemos que isto pode muito bem significar que teremos que fechar o Google.cn e, potencialmente, nossos escritórios na China.

O Google explica que parte da motivação por trás desta ação está nos recentes ataques eletrônicos sofridos pelo Google, assim como por "pelo menos vinte outras grandes empresas", durante o último mês.

Estes ataques, combinados às tentativas, durante o último ano, de limitar ainda mais a liberdade de expressão na web — nos levaram a concluir que deveríamos revisar a praticabilidade das nossas operações de negócios na China.

Ainda estamos para descobrir a reação que o governo chinês terá diante desta decisão, mas a minha éde extremo orgulho. Espero que outras grandes propriedades da internet sigam o exemplo e que possamos talvez presenciar o fim dos filtros e censuras da internet na China qualquer dia desses. [Google Blog via Guardian]