A partir desta segunda-feira (14), o Google Pay passa a permitir pagamentos na função débito. O recurso está disponível para compras em dispositivos Android, efetuadas tanto em sites como por aplicativos.

Por enquanto, a novidade é compatível com o Banco do Brasil, Bradesco e Itaú, e as bandeiras Elo, Mastercard e Visa. Já os aplicativos parceiros que permitem o pagamento com débito diretamente no app, são: CittaMobi, Claro, Evino, iFood, Ingresso.com, Grin, Peixe Urbano, Rappi, Yellow e Zul Digital.

O Google afirma que qualquer lojista pode disponibilizar o recurso para seus clientes, sem contrato ou qualquer custo.

Segundo comunicado da empresa, o objetivo é atender aos milhões de brasileiros que não têm acesso a cartões de crédito. A opção de débito, portanto, vai acabar facilitando a compra online realizada por esses usuários, já que elimina a necessidade da emissão de boletos.

Imagem: Divulgação

O Google explica que na hora de realizar o pagamento, o usuário deverá escolher a opção débito ou crédito. A empresa ressalta que, assim como todas as transações “tokenizadas” no Google Pay, o número do cartão não é compartilhado com os varejistas quando o pagamento é feito no débito. Em vez disso, é enviado um número de conta virtual.

De qualquer forma, é sempre bom ficar alerta a questões de privacidade, principalmente quando há dinheiro envolvido. Reunimos aqui algumas dicas de como encontrar as configurações de privacidade escondidas no Google Pay.