Google poderá usar movimentos dos mouses para mudar a ordem dos resultados das buscas

Como o Google decide quais sites vêm primeiro em qualquer busca é um segredo guardado a sete chaves, uma fórmula que muda constantemente para as pessoas não sacarem como o sistema funciona. Mas isso pode ficar ainda mais difícil de prever.

Uma nova patente arquivada pelo Google na terça-feira permitiria ao Google analisar as informações de onde os usuários passam o mouse em uma página, possivelmente para mostrar à gigante das buscas em que tipo de coisas as pessoas estão interessadas, mas não chegam a clicar.

É uma ideia maluca, mas que pode ter seus méritos. Mas, novamente, pode não ter. Se você estiver escrevendo algo, por exemplo, as chances de você largar o cursor do mouse em algum ponto aleatório da tela são enormes. Isso realmente significa alguma coisa? Se existe alguém capaz de tirar informações valiosas do que é um excesso de dados aparentemente inúteis, esse alguém é o Google. [Big Mouth Media]

Sair da versão mobile