Google quer usar o GPS do carro para monitorar buracos nas ruas

Sistema seria usado para determinar quais as ruas mais esburacadas e, assim, traçar uma rota mais segura pelo Google Maps.

Buracos são perigosos: eles podem danificar um veículo. O Google quer facilitar a vida dos motoristas ao usar o sistema GPS do carro para detectar buracos na pista, e usar isso para definir uma rota mais confortável até o seu destino.

Passar por cima de um buraco é algo que pode prejudicar o alinhamento do seu carro, ou até causar danos mais graves. Não só isso: eles também causam lentidão, considerando que carros precisam se desviar deles em ruas congestionadas. O Google entrou com um pedido de patente de um sistema que monitora automaticamente e cria relatórios sobre qualidade das ruas, permitindo que a empresa crie um banco de dados com as ruas mais e menos esburacadas de uma cidade para melhorar as sugestões de navegação. E, de quebra, isso também pode ajudar os carros autônomos do Google quando eles estiverem nas ruas.

>>> Assine a newsletter semanal do Gizmodo

Grande parte dos veículos hoje em dia estão equipados com algum tipo de sistema GPS, que, quando conectados a sensores de movimento posicionados em qualquer parte do veículo, podem ser usados para coleta de informações sobre onde e quando o veículo passa por algo que possa indicar a presença de um buraco.

O sistema pode ser esperto o suficiente para ignorar os dados de um veículo que está dirigindo off-road com base na sua localização. E quando centenas e centenas de veículos informarem a mesma coisa, fica fácil definir com precisão onde estão e quais são as ruas mais esburacadas da cidade, permitindo que o Google Maps forneça uma rota mais segura até o seu destino. [Free Patents Online via Autoblog]

Foto por Shutter Stock/Julien_N

Sair da versão mobile