Depois que o SmartWatch da Sony ficou aquém das expectativas, ficamos à espera de um produto bem melhor. E talvez ele venha direto do Google.

Foi aprovada uma patente registrada em outubro de 2011, em nome do Google. Do que se trata a patente? Sem dúvida, de um smartwatch.

Eis a descrição da patente:

Um relógio inteligente pode incluir uma pulseira, uma base, e uma parte flip que se abre. A base pode ser acoplada à pulseira e incluir um invólucro, um processador, um transceptor sem fio, e uma interface tátil de uso.

A patente explica que há duas telas neste relógio, uma em cima da outra. Uma delas é semitransparente, tem uma câmera, e se levanta.

E para que serve? A tela transparente funciona de mira para a câmera: com ela, você observa o mundo em realidade aumentada, vendo informações sobre seu local atual, ou sobre um produto na loja (imagem acima). É o que o Project Glass, óculos do Google, promete para o futuro – só que no seu pulso.

A tela transparente também pode complementar o visor interno: seriam duas telas em uma, o que facilitaria ler e-mail, por exemplo. Todos estes exemplos vêm da própria patente, cujo texto completo está aqui.

O Project Glass é um tanto controverso. Mas e se você pudesse ter uma funcionalidade semelhante no seu pulso? [USPTO via GizMag via MobileMag]