O anúncio serve como uma resposta não tão indireta da MPEG LA ao anúncio do Google do seu formato WebM em maio. Talvez com isso a Mozilla pudesse passar a dar suporte ao codec h.264 no Firefox – uma das grandes objeções era que, de repente, eles iriam passar a cobrar por ele, já que é proprietário – mas de acordo com o vice-presidente de Engenharia da Mozilla, Mike Shaver, isto não muda em nada a posição deles:

O anúncio da MPEG-LA não muda em nada os próximos quatro anos, pois a promessa já havia sido feita para até 2014… Dado que a IEC [Comissão Eletrotécnica Internacional] já começou a aceitar inscrições para patentes a fim de substituir o padrão H.265, e com o surgimento de formatos sem restrições como o WebM, não está claro se o H.264 ainda será relevante em 2014.

Toma! [The Register e Red Hardware]

Imagem via