Anunciado no começo do ano, o MeMO Pad original é um tablet de 7″ simples, mas honesto. Com preço atraente (nos EUA), passou a ser uma opção baixíssimo custo considerável lá fora. A Asus aproveitou a Computex para mostrar a nova versão do seu tablet baratinho — que além de melhor, ficou ainda mais em conta. Demos uma olhada nela e contamos para você as impressões.

Se o primeiro MeMO Pad se parecia bastante com o Nexus 7 mas ficava devendo em configurações, o novo, batizado MeMO Pad HD7, encurta ainda mais essa distância e traz números equiparáveis aos do tablet do Google — que também é fabricado pela Asus.

Sai a tela simples de 1024×600, entra uma com painel IPS e resolução maior, de 1280×800. O processador também melhorou, agora é um MediaTek quad-core no lugar do Via de apenas um núcleo do antigo modelo. Em alguns pontos ele foi além: tem duas câmeras (a frontal, de 1,2 MP, igual à do Nexus 7; e uma traseira, de 5 MP) e slot para cartão microSD.

Acabamento brilhante.

O MeMO Pad HD7 tem uma pegada legal, pode ser usado com uma mão sem sustos e é levinho — tem apenas 302g. O acabamento da parte de trás mudou: agora é liso e brilhante, com um leque de quatro cores disponíveis, todas bem chamativas — especialmente o amarelo. (Ainda há versões rosa, branca e preta, essa última fosca.) As bordas apresentam uma leve curvatura na parte de trás que ajuda na empunhadura, e os botões laterais, de bloqueio da tela e volume, têm um bom feedback tátil e emanam firmeza.

Boa empunhadura.

Em uso, vê-se um Android limpo, embora não puro. Tem uns widgets extras na tela inicial, algumas mudanças profundas na área de notificação e um punhado de apps da Asus, ou seja, o padrão nos tablets Android da empresa. O desempenho parece ok, embora não tenha sido possível testá-lo com nada mais pesado que um vídeo em alta definição no YouTube.

O grande apelo do MeMO Pad HD7 é o preço: a versão com 16 GB segue com o preço-base do anterior (US$ 149), mas a de 8 GB custará agressivos US$ 129. É o tablet “de marca” mais barato do mercado. Resta saber se, quando chegar ao Brasil (e ele vem, no segundo semestre), o valor convidativo será mantido — lembrando que o modelo original (com 8 GB), disponível por aqui desde março, saiu com preço sugerido de R$ 699.

Um dos apps exclusivos da Asus e as cores disponíveis atrás.

O Gizmodo Brasil viajou para Taiwan a convite da Asus.