Desde 2012, a Asus vem testando a receita de combinar smartphone e tablet em um só pacote. Tivemos o Padfone, o Padfone 2, o Padfone Infinity, o Padfone X e algumas outras iterações. Mas o problema era sempre o mesmo: ele custava mais caro que comprar um smartphone e um tablet separadamente.

Mas, em breve, será possível comprar ambos por apenas US$ 199, e sem contrato com operadora: trata-se de um smartphone da Asus com processador Intel que se transforma em um tablet.

Asus Padfone X Mini hands-on (2)

Ele se chama Asus Padfone X Mini, e o conjunto chega à operadora americana AT&T em 24 de outubro por apenas US$ 199 no plano pré-pago. Por esse preço inédito, você leva um smartphone de 4,5 polegadas e um dock de tablet com 7 polegadas.

Basta deslizar o telefone na parte traseira do tablet, e você pode magicamente usar todos os seus aplicativos – e até fazer chamadas – em uma tela muito maior. Além disso, o tablet tem uma bateria adicional (de 2.200 mAh) para carregar seu smartphone (de 2.060 mAh).

Asus Padfone X Mini hands-on (1)

O problema, claro, é que estes não são particularmente produtos high-end. O Asus Padfone X Mini é notável por ser o primeiro smartphone com processador Intel amplamente disponível nos EUA – nós já temos produtos assim no Brasil há anos – mas ele não é exatamente poderoso.

O Intel Atom Z2560 dual-core de 1,6 GHz não permite navegar com tanta fluidez pelo software personalizado que a AT&T e a Asus pré-instalaram neste smartphone. Ele dá alguns engasgos ao alternar entre telas iniciais e ao abrir apps (ele tem 1 GB de RAM), e jogos intensos como Dead Trigger 2 também sofrem. Ele permite conectividade 4G LTE graças ao modem da Intel, no entanto.

E, embora a tela do tablet, com 7 polegadas e resolução 1280 x 800, seja relativamente decente, a tela do smartphone – com 4,5 polegadas e 854 x 480 pixels – é decididamente ruim. Ela tem pouco brilho, tem ângulos de visão horríveis, e geralmente me lembrava que eu estava usando um celular inferior cada vez que eu a ligava. Além disso, tanto o tablet como o smartphone são bem pesadinhos. Pelo menos o celular se encaixa muito bem na mão.

Também há algo peculiar no Padfone X Mini: a duração da bateria. Assim como outros smartphones com processadores Intel, ele quase não gasta energia em modo ocioso: trave o celular, coloque-o no bolso, e ele ainda estará carregado dias depois. Mas ao usar o aparelho, dá para ver a bateria indo embora.

Asus Padfone X Mini hands-on (3)

Eu o deixei em repouso e ele perdeu só 1-2% da bateria, mas depois de uma hora de uso mais pesado, a bateria regularmente caía em 20%. E a bateria interna do tablet não é poderosa o suficiente para recarregar de verdade seu smartphone: ela apenas o mantém em seu nível atual.

Passei alguns dias com o smartphone e tablet, e acredito que, apesar de todos esses defeitos, eles são decentes o suficiente levando-se em conta o preço incrivelmente baixo. (Uma versão melhor, o Padfone X, custa US$ 650.)

Se você quer um smartphone barato e um tablet barato, e se você usa pouco o smartphone por longos períodos, o Padfone X Mini oferece uma combinação intrigante. Caso contrário, melhor procurar alternativas. Existem tablets – como o novo Amazon Kindle Fire HD – e smartphones baratos que custam até US$ 99 cada, tirando um pouco da vantagem do Padfone X Mini. [AT&T]