Nós já sabemos da existência do Asus Transformer AIO desde a Computex, mas o híbrido mutante ainda não estava em pleno funcionamento até agora. O veredito? …até que ele é legal.

Eis o que há neste Transformer: ele é um all-in-one de 18,5 polegadas com tela IPS que roda tanto o Windows 8 (com processador Core i3 ou i7), assim como o Android com um Tegra 3 quad-core. E a tela de 18,5 polegadas pode ser removida para se tornar um tablet enorme, o que aparentemente todos estão fazendo agora.

Este em particular funciona apenas levantando-o do seu suporte pela alça traseira, como você pode ver no vídeo abaixo. Você pode então colocá-lo em um kickstand para mexer nele. O Windows 8 está no computador que fica no suporte, mas ele continua enviando informações para a tela mesmo depois de desconectado. O Android, por sua vez, fica no tablet. Ele pesa cerca de 2,2 kg e a bateria dura até cinco horas quando desconectado do suporte.

Ele tem 16GB de armazenamento na parte do Android, e começa com 1TB no Windows 8. E de todos os “tabletop PCs” que vimos na CES, esse provavelmente é o que faz mais sentido entre todos, já que deixa parte do seu volume para trás. Não o usamos por um período extenso, então existe a chance disso afetar drasticamente a performance depois de um tempo, mas ele funcionou bem no tempo que usamos. A mudança entre Android e Windows 8 é suave, também, exigindo apenas o apertar de um botão em um dos lados, e não demora muito mais do que um ou dois segundos para a troca ser realizada.

Parece que tabletops vão ser a próxima esperança para fabricantes de PC, o que é legal e na verdade um pouco animador. E é bom ver alguma diferenciação entre eles, mesmo neste começo, quando eles poderiam simplesmente vir sem criatividade nenhuma. Entre esse híbrido de Android e o AÍ-GALERA-NOSSO-TABLET-É-UMA-MESA da Lenovo, pelo menos estamos vendo algo de diferente.