Após semanas de vazamentos, enfim o novo flagship da LG está entre nós. Não é nada revolucionário, mas isso pode ser bom. Enquanto outras fabricantes de dispositivos Android — olá, Samsung — insistem em encher o aparelho com recursos, o G4 tenta ser o mais prático possível.

O básico

LG G4

O G4 tem uma tela Quad HD de 5,5 polegadas com resolução 2560×1440, assim como o excelente, mas não exatamente especial G3 do ano passado. O seu corpo é um pouco maior do que o G3, medindo 148,9mm x 76,1 mm – ante 146,3mm x 64,6mm do seu antecessor. Eu não tinha um G3 em mãos para a comparação, mas o G4 parece se beneficiar igualmente do design de corpo eficiente e levemente curvado que faz com que ele pareça ser menor do que realmente é (e coloca o botão de ligar e de volume em uma posição meio incomum na traseira do aparelho). Ele de fato pesa seis gramas a mais do que o G3 — mas, no mundo real, isso não significa nada.

LG G4

Você não encontrará nada surpreendente debaixo do capô: um processador Snapdragon 808 e 3GB de RAM. O desempenho geral foi veloz e responsivo, principalmente considerando o quanto a LG está mexendo pouco no software — é quase o Android Lollipop puro no G4. Ainda há uma skin, mas bem leve e com menos apps que você não quer. A autonomia da bateria é divulgada como 10 horas para internet Wi-Fi, 13,6 horas de vídeo e 19,6 horas de conversação.

LG G4

Não sabemos quanto esse dispositivo vai custar, mas o lançamento dele deve ser entre o fim de maio e começo de junho.

O que há de diferente?

Bateria removível e cartão microSD

LG G4

Considerando a recente decisão da Samsung de usar um design de corpo único no Galaxy S6, uma das mais importantes decisões de design do G4 é que você pode trocar a bateria de 3000 mAh. Nenhum outro Android de ponta tem bateria removível atualmente, e os executivos da LG me disseram que querem usar isso como diferencial na hora de divulgar o smartphone.

E por um bom motivo. Há alguns meses, meu colega Sean Hollister escreveu um bom artigo sobre como a opção pela bateria não-removível dá ao smartphone um prazo de validade, e as baterias costumam ser os primeiros componentes a pararem de funcionar. Para quem viaja com frequência, baterias extras são uma conveniência que smartphones como o S6 não oferecem.

Ah, e ele também tem entrada de cartão microSD para expandir o armazenamento.

Traseira de plástico e de couro

LG G4

A parte ruim de ter uma bateria removível é que a traseira do seu smartphone precisa ser facilmente removível também — o que significa que ela precisa ser feita de um material mais flexível e durável. No caso do LG G4, isso significa plástico no lugar do metal.

LG G4

Ou então você pode usar uma traseira opcional de couro, que a LG diz que é curtido por dois meses e usa uma costura real que você pode enxergar. Não é algo que eu goste pessoalmente, e me parece uma forma meio desesperada de falar sobre a decisão de design meio estranha de usar couro como um recurso pertinente no dispositivo. É uma resposta curiosa para a customização de dispositivos como o Moto X. E algo que prefiro não considerar como muito relevante, da mesma forma que faço com a traseira de bambu do Moto X.

Tela IPS

LG G4

A LG vem falando bastante sobre as telas OLED da sua linha de TVs, mas, no caso do G4, a empresa destaca o uso de um display IPS, o mesmo LCD encontrado no iPhone. Concorrentes como o Samsung Galaxy S6, o Motorola Moto X e o Google Nexus 6 usam telas AMOLED.

A LG aposta no painel IPS devido à precisão na exibição de cores. Enquanto telas AMOLED tendem a mostrar cores mais saturadas, os displays IPS tem uma tendência maior à precisão. Quando apresentou o G4, a LG ilustrou essa diferença ao comparar como a tela do S6 e do G4 lidam com o vermelho de um morango. O que vimos é que, no smartphone da Samsung, parecia mais laranja do que vermelho.

No entanto, isso provavelmente tem mais a ver com a cor do que com a tela em si. Eis a mesma imagem de um morango renderizado no iPhone 6 e no G4, considerando que ambos usam telas IPS. O G4 é o vermelho e o iPhone é o laranja.

LG G4

Câmera

LG G4

O LG G4 tem uma câmera de 16 megapixels atualizada com uma abertura f/1.8, o que é bem interessante. A do S6 é de f/1.9, enquanto o iPhone 6 está do outro lado do espectro com abertura f/2.2. A abertura é importante por dois motivos: quanto maior, mais fácil fotografar em condições de pouca luz sem flash. O lado ruim é que isso deixa muito pouco do quadro no foco, então você acaba perdendo o foco de quando em quando.

A LG espera compensar essa última característica com um novo recurso chamado “foco laser”, que supostamente é bastante preciso. A empresa afirma que esse smartphone tem balanço de branco melhor do que qualquer outro.

Conclusão

LG G4

O design do hardware do G4 é bastante fino, especialmente para um smartphone com bateria removível. Não é tão bonito quanto os concorrentes com corpo único, mas ele tem a sua beleza e parece ser bom e rápido. Claro, é impossível testar tudo o que a LG alega ter na câmera em uma demonstração para a imprensa, mas de fato o smartphone parece bastante impressionante.

No fim das contas, o G4 parece ser um refinamento muito bem-vindo para a linha de smartphones da LG. Considerando que a LG é a última fabricante de Android que destaca recursos de praticidade, talvez as coisas funcionem do jeito que deveriam desta vez.