Hoje, a Motorola anunciou nos EUA o Droid Turbo, um smartphone com especificações de sobra e uma bateria enorme. Ele deve ser lançado no Brasil já na semana que vem. Conheça mais sobre ele.

Especificações

Esta é uma versão turbinada do Moto X lançado este ano. O Droid Turbo possui tela Super AMOLED de 5,2 polegadas com resolução 2560 x 1440 pixels, maior que Full-HD, o que resulta em uma densidade de pixels de incríveis 565 ppi.

Por dentro, temos um processador Snapdragon 805 quad-core, chip gráfico Adreno 420 e 3 GB de RAM – todas são especificações melhores que o Moto X deste ano. Há versões de 32 GB e 64 GB, sem suporte a cartão microSD.

motorola droid turbo hands-on (3)
Traseira em nylon balístico

motorola droid turbo hands-on (5)
Traseira em fibra de vidro metálica

Design

Há duas versões do Droid Turbo: uma delas tem traseira de nylon balístico; a outra vem com fibra de vidro metálica. A versão de nylon é mais confortável e mais bonita; a traseira de fibra de vidro tem um visual mais barato (embora custe o mesmo nos EUA). Ambas possuem um nanorrevestimento interno para se proteger contra a água.

Na parte inferior da tela com vidro Gorilla Glass 3, há três botões capacitivos. E na parte superior, há o único alto-falante do Droid Turbo. Em nosso teste, não gostamos muito isso: o áudio parece realmente sair de um ponto só, o que é meio estranho; eu queria usar fones de ouvido para não lidar com isso.

motorola droid turbo hands-on (1)
Droid Turbo, à esquerda, ao lado de uma Moto X (2014)

Bateria

E claro, temos a bateria: são 3.900 mAh, contra meros 2.300 mAh no Moto X. Por isso, ele é um pouco mais pesado: 169g na versão de fibra de vidro, 176 g na versão de nylon. São 11,2 mm na parte mais espessa, contra 10 mm no Moto X de segunda geração. Mas em nosso hands-on, mesmo a versão mais pesada ainda era bem confortável na mão.

A Motorola diz que o Droid Turbo consegue ficar cerca de dois dias inteiros longe da tomada. Ele tem suporte a carregamento Qi sem fio, e também incluirá o Turbo Charger, que dá 8 horas de uso ao aparelho com uma carga de apenas 15 minutos.

motorola droid turbo hands-on (4)

Câmera

A câmera traseira tem 21 megapixels (contra 13 MP no Moto X) com flash LED duplo e também grava vídeos em 4K. Você pode ativá-la sacudindo o punho, mesmo se o aparelho estiver bloqueado.

Em nosso hands-on, notamos um pouco de lag no obturador entre tocar na tela e o aparelho capturar a foto. No entanto, o flash LED duplo teve um desempenho admirável, e foi capaz de capturar tons de pele bastante realistas. A própria interface da câmera é bem limpa, exatamente como no Moto X, e é possível gravar vídeo 720p em câmera lenta.

motorola droid turbo hands-on (6)

Software

Felizmente, assim como o restante da linha Moto, o Droid Turbo roda um Android quase puro. Trata-se da versão 4.4 KitKat, com atualização garantida para 5.0 Lollipop.

Ele inclui recursos como o Moto Voice, que oferece mais comandos de voz que o Google Now. Com o Moto Assist, certas configurações são alteradas de forma automática quando você está no carro, em uma reunião ou em casa. Também há nele o Moto Actions, para você realizar comandos aproximando a mão da tela; e o Moto Display, que exibe notificações sem que você precise desbloquear a tela.

Além disso, o Droid Turbo conta com o recurso Zap, uma maneira simples e baseada em gestos para compartilhar conteúdo entre dispositivos Android e iOS. Ele também permite jogar conteúdo para sua TV via Chromecast.

No Brasil

O Droid Turbo chega aos EUA em 30 de outubro na operadora Verizon por US$ 600. E no Brasil? Bem, a Motorola nos convidou para um evento no dia 5 de novembro, e a imagem do convite é a traseira do Droid Turbo:

convite motorola droid turbo moto maxx

Segundo o Tecnoblog, ele deve se chamar Moto Maxx por aqui. (A marca “Droid” pertence à Lucasfilm e é licenciada pela Verizon, não pela Motorola.)

O Droid Turbo causou uma primeira impressão muito boa, e estamos ansiosos para vê-lo no Brasil. [Motorola USA]

motorola droid turbo hands-on (7)motorola droid turbo hands-on (8)motorola droid turbo hands-on (9)

Colaborou: Felipe Ventura. Atualizado em 30/10.