Tivemos um anúncio surpresa durante o Google I/O hoje, com o primeiro dispositivo da Samsung com o Android Wear, o Gear Live. Colocamos um no pulso e brincamos por alguns minutos, e, mesmo que estivesse em modo de demonstração, ficamos impressionados.

O hardware parece ótimo e bem sólido. Ele é elegante, e não é excessivamente volumoso. A tela AMOLED oferece brancos brilhantes (mas não pudemos testar sob a luz do sol), e aqueles pretos super escuros que estamos acostumados. Ótimas cores. A Samsung não recomenda nadar com ele, mas ele tem padrão IP67 e pode aguentar até três metros debaixo d’água por até 30 minutos.

784030334528163141

Uma das melhores coisas dele é o monitor de batimentos cardíacos. Diga “Ok Google, cheque meus batimentos cardíacos”, e ele faz isso. Ele não registra uma taxa diária, como algumas pulseiras fazem. E mesmo que existam apps de atividades físicas e corrida para o Android Wear, os desenvolvedores precisarão criar funcionalidade de batimentos cardíacos especificamente para eles. Então, no momento, ele não consegue verificar isso enquanto você corre, o que é uma pena, mas esperamos que isso seja integrado no futuro.

784030334648270661

A pior das notícias está na bateria – atualmente, dura “cerca de um dia”. Vai exigir muita recarga. Acredito que, como o Android Wear constantemente puxa muitos dados, ele exige muito da bateria. Isso é ruim. Mas quem sabe em atualizações futuras um modo de baixo consumo de energia seja adicionado (a tela só liga quando você toca nela, por exemplo). Atualmente, um pouco da tela está sempre iluminado para você ver que horas são com facilidade. Apreciamos isso, mas certamente isso prejudica bastante a bateria.

784030334727738949

Ele não rodava a versão final do software, mas ainda assim parece ótimo. Deslize de cima para baixo para mudar entre os diferentes cards na tela, ou deslize para a direita para conferir mais detalhes sobre ele. Como, por exemplo, para mudar do clima do dia para uma previsão de três dias.

784030334854496581

Vimos alguns exemplos de navegação, calendários, lembretes, mensagens do Hangouts, e controles de música. De verdade, tudo parecia ótimo. Era super simples de ler, e parecia bem intuitivo. Mas, novamente, era um modo de demonstração.

784030334991735365

O hardware em si é ótimo. Ele tem classe e não incomoda os olhos. Temo um pouco pela forma como se prende ao pulso, com dois pinos perfurando a pulseira. Não é tão seguro como uma pulseira de um relógio normal, então é algo a se preocupar. Falando em pulseira, você pode trocá-la quando quiser.

784030335140719429

O Gear Live já está em pré-venda nos EUA e custa US$ 200 pela Google Play Store, o que não é muito caro. As primeiras unidades serão entregues a partir do dia 7 de julho, e ele chegará a outras lojas pouco depois disso. Ainda não há informações sobre um possível lançamento no Brasil.