O presidente da Palm, Jon Rubenstein, soltou a notícia há apenas alguns minutos de que os novos smartphones da Palm — o Pre Plus e o Pixi Plus, sucessores do Pre e do Pixi — chegarão nos EUA ainda este mês.

Eu mexi nos dois por algum tempo, e enquanto o Pre Plus perdeu o botão de navegação, muito pouco foi retocado esteticamente. A tampa traseira para o Touchstone, carregador por indução dos novos smartphones da Palm, agora vem por padrão, mas tem o mesmo visual de sempre. O Pre Plus ainda é emborrachado, o que eu gosto. Faz você sentir que está segurando um gadget mesmo. A remoção do botão não é grande novidade, e não acho que vá piorar a usabilidade do Pre, já que o input pelo toque é confiável na maior parte do tempo, mesmo.

Fora isso, o design é exatamente a mesma coisa. As teclas são bolinhas gomosas e pequenas demais para seus dedos, e a parte inferior do teclado QWERTY slider ainda consegue cortar queijo, é muito afiada. Pena que eles não melhoraram esse aspecto. Ou que não deixaram o aparelho ainda MAIS afiado, para fazer jus ao nome "Plus". Eu queria era cortar um bife, agora.

O Palm Pre Plus é mais rápido que o Pre, graças ao dobro de RAM, e perceptivelmente mais fácil de navegar entre programas. A tela responde com bastante agilidade, mas não mais do que antes. Resumidamente, é a mesma experiência com o Pre que tivemos antes, só que mais rápida. E agora o Touchstone parece obrigatório, hein?

FV: O Pre Plus não deve chegar tão cedo no Brasil, já que nem o Palm Pre deu as caras por aqui. O Pre é vendido somente na versão CDMA nos EUA, mas já existe versão GSM, anunciada em julho e vendida na Europa desde outubro.