VLC não é um programa de TV. Não é um filme. Não é um álbum musical. Não é nada além de um software open source que a internet reconhece como o melhor tocador de vídeo disponível. A HBO, no entanto, não parece saber disso, e recentemente entrou com um pedido para o Google remover o VLC de suas buscas alegando violação de direitos autorais.

É um pedido absolutamente bizarro e provavelmente mais um erro do esquadrão de caça a violação de copyright da HBO do que uma estratégia nefasta de tentar matar a cabeça da cobra (VLC) a fim de destruir todo o seu corpo (todos os outros casos de violação de direitos autorais). Mas ainda assim, este “erro” da HBO mostra como as redes e estúdios fazem para pressionar o Google a remover casos de violação de direitos autorais que não são violação de direitos autorais.

O TorrentFreak mostrou alguns dos links que a HBO quer que o Google remova junto com o link para o download do VLC (aqui) – eles incluem pornografia, música, apps em java, e mais. [Chilling Effects via TorrentFreak]

vlc2