Nós não deveríamos rir da desgraça alheia — pense bem no tanto de dados perdidos! — mas há algo cômico em pensar que você está guardando seus preciosos arquivos num HD externo da Samsung de 500GB… para descobrir que ele estava recheado com um pen drive de 128MB e duas porcas.

Você pode argumentar que ele mereceu por ter comprado o HD de um contrabandista chinês, mas eu fiquei com dó do pobre russo que perdeu todas as suas informações, levou o HD para um centro de reparo apenas para descobrir que na parte interna havia um par de porcas (para dar peso) e um pen drive de 128MB.

Assim, nosso amigo russo perdeu todos seus dados — o pen drive estava programado para rodar em loop, o que significa que as informações salvas anteriormente (os 128MB) eram apagados toda vez que novos dados eram salvos. Espertos esses chineses, não? Me fez lembrar de alguns brasileiros que encheram vídeogames e notebooks de pedra e areia e tentaram vender para a polícia. [Jitbit via HardMac via SlashGear]