Na sexta-feira, recebi uma mensagem da TIM avisando: no dia da adição do nono dígito nos números da operadora, “instabilidades” poderiam ocorrer. Aparentemente, todo mundo decidiu admitir que os problemas poderiam ocorrer só perto do fim de semana — até a Anatel disse que falhas aconteceriam. Por isso, fica a pergunta: como seu celular está se comportando? Educadamente ou meio rebelde?

Nós já explicamos por aqui por que o nono dígito foi adicionado nas cidades da grande São Paulo, e mostramos até métodos mais práticos (leia-se apps) para arrumar sua lista. Mas nada disso impedirá que as redes fiquem um tanto caóticas — já li relatos de problemas no sinal do 3G, por exemplo. Sobre os possíveis problemas, Adeílson Nascimento, da Anatel, explicou ao G1:

Adeilson explica que será necessária a adaptação de equipamentos que fazem parte das redes de telecomunicação, chamados HLR. Esses equipamentos “entendem” todas as informações sobre os usuários, como localização, por exemplo. Segundo o gerente, os HLR trabalham em pares, o que facilita a mudança, já que enquanto um estiver sendo adaptado o outro continuará funcionando. Ainda assim, durante a adaptação, ocorrerão dificuldades para a realização e recebimento de chamadas. As chamadas que já estiverem acontecendo normalmente não serão interrompidas, segundo a Anatel.

Esperto foi o cidadão que teve a ideia de fazer isso no fim de semana. Ele merece um bônus. Imagine só a soma dos serviços problemáticos das operadoras com falhas criadas pelo nono dígito em um dia de semana? Olha, muitos executivos da Faria Lima teriam um leve infarto.