A inocente decisão de um homem do Reino Unido de trocar a roupa de cama fez com que ele desenvolvesse uma condição estranha e rara que o deixava sem ar, dizem os médicos. Em um novo estudo de caso publicado na segunda-feira (18), eles detalham como o homem teve uma rara forma de alergia às penas de pássaros que enchiam seu novo edredom e travesseiros.

De acordo com o estudo, publicado no BMJ Case Reports, o homem de 43 anos sofreu meses de tontura, fadiga e falta de ar até se consultar com um médico em novembro de 2016.

No início, seu médico presumiu que ele tinha uma infecção do trato respiratório inferior, como bronquite, e seus sintomas melhoraram logo depois. Mas em dezembro eles pioraram, a ponto de ele não poder mais andar de um cômodo para outro em sua casa sem sentir falta de ar. Seu médico o encaminhou para uma clínica de emergências respiratórias e procurou aconselhamento de Owen Dempsey, médico da Enfermaria Real de Aberdeen e um dos autores do estudo.

“O sistema imunológico dele se comporta de maneira exagerada — pense em Donald Trump em vez de Barack Obama”

Dempsey conversou com o homem por telefone, tentando encontrar uma causa potencial para seus sintomas. Quando o paciente mencionou que ele e sua esposa haviam trocado recentemente a roupa de cama de material sintético para edredom e travesseiros de plumas, Dempsey rapidamente apresentou um diagnóstico preliminar que foi posteriormente confirmado por testes de laboratório: pneumonite de hipersensibilidade, também conhecida como PH ou HP, na sigla em inglês.

O homem tinha uma forma particular de PH que tende a atingir pessoas que criam pássaros ou trabalham próximos a eles, por isso foi batizada de “pulmão do criador de pássaros”. Mas nos casos em que as pessoas contraíram a PH simplesmente por serem expostas a roupas de cama de penas, essa condição foi chamada de “pulmão de edredom de penas“.

“Em algumas pessoas que têm contato com proteínas de excrementos de pássaros ou poeira de suas penas, seu sistema imunológico se comporta de maneira exagerada — pense em Donald Trump em vez de Barack Obama”, disse Dempsey ao Gizmodo por e-mail.

PH, como o Gizmodo explicou recentemente, é uma condição complexa e rara. Ela envolve anticorpos diferentes daqueles que causam uma alergia alimentar ou cutânea típica. Isso significa que não é detectável através de um teste de alergia padrão, nem as pessoas reagem instantaneamente quando são expostas ao gatilho. Também não está claro por que uma pessoa desenvolve PH, já que muitos podem disparar esses anticorpos específicos, mas nunca ficar doentes.

“É claro que a maioria das pessoas não fica com esse problema, e isso depende de como o sistema imunológico é preparado e afetado pela genética”, disse Dempsey.

Como Dempsey rapidamente suspeitou que era um caso de pulmão de edredom de penas, ele disse ao homem para remover a roupa de cama de sua casa já na primeira vez que eles se falaram. E em poucos dias, ele começou a melhorar. O tratamento subsequente com esteroides pareceu acelerar sua recuperação, embora Dempsey tenha notado que não há evidências definitivas de que os esteroides ajudem a PH. Independentemente disso, quando ele foi liberado do tratamento um ano depois, voltou ao normal.

“Isso não me afeta em nada agora e minha vida está praticamente como era antes”, escreveu o homem em uma perspectiva do paciente, acompanhando o relato de caso.

Embora seja provável que mais pessoas contraiam pulmão de edredom de penas do que o documentado, dada a dificuldade de diagnosticar, não é algo com que você deva se preocupar se estiver dormindo de forma tranquila sob um edredom de plumas.

“Mantenha a roupa de cama com plumas, mas se você tiver sintomas no peito, como falta de ar ou tosse, mencione isso ao seu profissional de saúde”, disse Dempsey. “A maioria não pensa nisso.”