A estreia da Apple no ramo de alto-falantes inteligentes não tem atendido às expectativas da empresa. Segundo a Bloomberg, a companhia reduziu o pedido de produção de HomePods de um de seus parceiros, no caso a Inventec Corporation.

A matéria ainda diz que a Apple quer produzir um segundo modelo, que seja menos caro que os US$ 350 cobrados pela opção disponível no mercado.

Ex-funcionários da Apple dizem que Siri foi lançada prematuramente e relatam “bagunça” no projeto
O alto-falante HomePod, da Apple, pode danificar seu móvel de madeira

Enquanto isso, segundo o The China Times, a Apple está reduzindo o número de pedidos mensais de HomePods de 500 mil para 200 mil por causa das más vendas. Trabalhadores de lojas da Apple citados na reportagem da Bloomberg dizem que eles têm vendido “menos de 10 HomePods por dia”.

Não é a primeira vez que isso acontece com novos produtos da Apple, no entanto o HomePod parece estar em uma guerra em distintos fronts e que está perdendo em todos eles. Nós entramos em contato com a empresa sobre as vendas do alto-falante inteligente e atualizaremos este texto, caso recebamos um retorno.

Isso não quer dizer que a Apple não deve vender uma quantidade razoável do produto. Gene Munster, cofundador da empresa de pesquisa Loup Ventures, espera que a Apple venda cerca de 7 milhões de HomePods neste ano e 11 milhões no próximo ano. Não é um número ruim, mas pequeno comparado com os 39 milhões de unidades do Echo que a Amazon espera vender no mesmo período, ou os 32 milhões de dispositivos Google Home esperados pelo Google.

A introdução de um HomePod mais barato, como sugerido pelo jornal chinês, sem sombra de dúvida tornaria o aparelho mais acessível, mas isso não necessariamente resolve o principal problema do dispositivo: sua funcionalidade limitada.

Quando testamos o HomePod, nós achamos que não ele era tão bom. Para começar, ele só toca músicas do Apple Music e ainda não oferece suporte a áudio em múltiplos locais.

O que a Apple poderia fazer para tentar reverter essa onda e conseguir vender mais alto-falantes inteligentes? Torná-lo mais inteligente, por exemplo. Com a Siri atrasada em comparação com as outras assistentes e competidores sendo vendidos por US$ 40, é óbvio que as pessoas vão preferir opções com a Alexa, da Amazon, ou o Google Assistant. Um estudo independente apontou que a Siri é um produto menos eficaz ao responder alguns questionamentos comparado com o Google Assistant.

Vamos mandar a real: o HomePod não é um bom produto. Lógico, o som é bom, mas você paga US$ 350 por isso. No entanto, quando consideramos a parte de “assistente de voz”, enquanto a Siri ameaça começar uma ação, o Google Assistant e a Alexa já estão repetindo pela terceira vez a ordem.

Imagem do topo por Adam Clark Estes/Gizmodo