Com o canal HBO investindo para que House of the Dragon se torne o próximo Game of Thrones como fenômeno de audiência, o público fiel da franquia criou uma expectativa  que a nova série explore uma história de Westeros diferente de seu seriado antecessor.

O cineasta e diretor Miguel Sapochnik (um inglês filho de argentinos) e a equipe criativa do GoT planejam uma nova série com identidade própria, mas que ao mesmo tempo enriqueça o universo criado por George R.R. Martin. Em uma entrevista à revista The Hollywood Reporter, Sapochnik falou sobre como terão respeito pela saga anterior.

House of the Dragon tem seu próprio tom que vai evoluir e emergir ao longo do show”, disse Sapochnik. “Mas, primeiro, é muito importante prestar homenagem à série original, que foi bastante inovadora. Estamos apoiados nesse show e, se estamos aqui, é por causa dele.”

Sapochnik, que dirigiu seis episódios da série da guerra dos tronos, explicou que essa experiência com a franquia o ajudou, mas que ainda tem muitos desafios como showrunner. Ele espera que os fãs de Game of Thrones possam apreciar a nova atração, mas acredita que o novo show “terá que merecer isso e não acontecerá da noite para o dia.”

Assine a newsletter do Gizmodo

“Espero que os fãs gostem do jeito que é”, disse Sapochnik. “Teremos sorte se chegarmos perto do que o show original era, estamos nos esforçando e esperamos que seja digno de ter um título como Game of Thrones.”

House of the Dragon chega à HBO e ao HBO Max em 2022.