A selfie virou uma obsessão há algum tempo: as pessoas não resistem a tirar fotos de si, mesmo se o local não for oportuno – pode ser perto de um trem em movimento, em um velório, na cabine de votação

As fabricantes de celular responderam ao fenômeno com câmeras frontais mais potentes, e a HTC se juntou a elas com o novo Desire Eye. Seu principal recurso? Duas câmeras de 13 megapixels, uma em cada lado do dispositivo, cada uma com seu próprio flash.

htc desire eye (2)
htc desire eye (3)

Diferindo apenas no comprimento focal, as lentes grande-angulares capturam muitos detalhes e têm melhor qualidade de imagem em comparação com o HTC One M8 – e por uma margem notável. A reprodução de cores tendeu um pouco para o rosa, se comparado ao carro-chefe da HTC, mas os resultados finais foram em geral muito melhores.

htc desire eye (4)

HTC Desire Eye

htc desire eye (5)

HTC One M8

As duas câmeras enfrentam alguns problemas em pouca luz, mas o flash incluído na parte frontal e traseira ajuda a iluminar tudo. Só que, se você estiver em um lugar escuro, o flash vai cegar você momentaneamente ao tirar uma selfie.

htc desire eye (6)

A câmera frontal enorme vem acompanhada por uma atualização do HTC Sense, que adiciona alguns recursos como captura por voz, videoconferência e, claro, novos modos de selfie.

Trata-se da Eye Experience, uma nova coleção de software de imagem que tenta melhorar o app de câmera da HTC. Eu digo “tenta” porque ele vem com alguns sucessos e alguns fracassos:

  • o novo software de videoconferência da HTC rastreia seu rosto dentro do enquadramento, e também permite que você divida suas chamadas do Skype em uma grade com até quatro pessoas, e também permite que você faça compartilhamento de tela. É algo promissor;
  • também dá para tirar foto dizendo comandos como “diga xis” e “sorria”. A captura de voz funciona bem o bastante, mas não contorna o inevitável fato de que você vai gritar com o seu smartphone como um tonto, e é meio desnecessário – o Desire Eye tem um botão físico para a câmera;
  • e a maioria dos modos adicionais de câmera ficam entre o desnecessário e o indesejado. O Split Capture reúne duas imagens: uma da câmera frontal, outra da traseira. O Live Makeup alisa sua pele em tempo real. O Crop-Me-In coloca sua selfie em uma foto tirada pela câmera traseira. O Face Fusion combina dois rostos em um só.

O HTC Desire Eye faz mais do que tirar fotos. Ele tem processador Snapdragon 801 quad-core, 2GB de RAM, expansão por microSD, e uma tela de 5,2 polegadas com resolução Full-HD, mais alto-falantes frontais BoomSound. Seu corpo é de plástico, e à prova d’água a até 1 m de profundidade.

Ele será lançado nos EUA por US$ 450 sem contrato com operadora. Como a HTC não tem representação no Brasil, ele não deve chegar oficialmente por aqui. [HTC]