Dia ruim para a telefonia móvel no Brasil. A subsidiária local da HTC vai fechar as portas. Com isso, o sonho da linha One por aqui, que inclusive já está homologada junto à Anatel, fica suspenso. Mas o que aconteceu?

Ninguém sabe ao certo. A assessoria que respondia pela HTC aqui não responde mais e não sabe dizer quem (ou se alguém) ocupou seu lugar. Conversamos com o pessoal que fazia o relacionamento entre a marca e blogueiros brasileiros e eles também foram pegos meio que de surpresa pela novidade. A confirmação veio, vejam vocês, do… SAC.

Nosso intrépido amigo Henrique Martin ligou para o SAC da HTC Brasil como quem não queria nada e perguntou quando a linha One chegaria por aqui. A resposta veio completa — um SAC que vai além do que você pede; eu estou sonhando?:

“O lançamento está suspenso porque o escritório da HTC no Brasil fechou, não temos mais informações ou previsão de lançamento dos aparelhos.”

O Henrique também mandou um email para Lee Ittner, vice-presidente da HTC para América Latina, mas ganhou uma daquelas mensagens automáticas como resposta dizendo que o cara estava fora do escritório.

A HTC teve uma meteórica, porém apagada passagem por aqui. Lançou um punhado de smartphones com Windows Mobile (argh!) entre 2007 e 2008 e, depois disso, mais alguns poucos e tímidos — Magic, Desire A e, com algum estardalhaço, o Ultimate, um dos flagships do Windows Phone 7.5.

Fará falta. Queria muito brincar com esses One S e One X. Estamos no aguardo de informações oficiais e, assim que (e se) elas chegarem, atualizaremos este post. [Mobile Time, ZTOP. Foto: Robert/Flickr]

Atualização (19h35): agora está confirmado. Ao ZTOP, Tom, relações públicas da HTC, confirmou o fechamento, mas garantiu que o pós-venda continuará operando. A mensagem dele:

“Henrique
Confirmamos que, após uma análise cuidadosa das nossas linhas de negócios, a HTC está fechando seu escritório no Brasil. Vamos manter os serviços de pós-vendas para nossos produtos, então isso não deve resultar em mudanças nos serviços oferecidos aos clientes atuais. Vamos manter a HTC Brasil como uma entidade legal.
Por favor, me informe se tiver mais questões sobre o tema.
Obrigado
Tom”