Os computadores já foram enormes e pesados; quem diria que um dia fosse possível ter uma máquina na pontinha do dedo? Nesta segunda-feira (19), durante a IBM Think 2018, a companhia apresentou o menor computador do mundo.

• IBM anuncia dois novos computadores quânticos
• 10 usos legais para um pendrive

Para ter uma ideia do quão pequeno ele é, isso o que você vê na foto são 64 placas-mãe com dois pequenos computadores no canto esquerdo superior. O sistema tem 1 milímetro quadrado com processador, RAM estática, fotodetector e célula fotovoltaica para energia.

O tamanho é um limitante: a capacidade de processamento é igual a de um processador x86 de 1990. Em compensação, isso já é o suficiente para a proposta da IBM – a ideia é “monitorar, analisar, comunicar e até mesmo agir com dados” de blockchain. A ideia é ajudar no rastreamento de produtos, detecção de fraudes e realização de pequenas tarefas relacionadas à inteligência artificial.

O que vem no sistema: processador, RAM estática, fotodetector e célula fotovoltaica

Arvind Krishna, chefe da área de pesquisa da IBM, diz que “dentro dos próximos cinco anos, âncoras criptografadas – como pequenos pontos de tinta em computadores menores que um grão de sal – serão incorporados em objetos e dispositivos do dia-a-dia”.

Segundo a empresa, o computador custará menos de US$ 0,10 para ser fabricado. Este é apenas o primeiro protótipo que está sendo testado por pesquisadores e ainda não há uma previsão para que ele chegue ao mercado corporativo.

[Mashable, IBM]

Todas as imagens: IBM