É como uma novela geek. Na semana passada, a Cray gabou-se de seu supercomputador Jaguar XT, que seria o mais rápido do mundo. Alguns dias depois, a IBM respondeu com o sistema Roadrunner no topo do novo ranking Top500 de supercomputadores.

Tanto o sistema da IBM quanto o da Cray quebraram a barreira do petaflop, segundo os cálculos da Top500 – 1,45 petaflops e 1,38 petaflops, respectivamente. A IBM até admitiu para nós que os dois computadores rodam emparelhados. Mas há uma grande diferença entre eles.

O Roadrunner usa aproximadamente metade da potência usada pelo Jaguar XT.

Ele conta com 12.960 processadores IBM PowerXCell 8i Cell Broadband Engine e mais 6.948 processadores AMD Opteron dual-core. Estes cuidam de funções “básicas”, enquanto os chips da IBM lidam com processamento intenso de números. (Leia tudo sobre o Roadrunner aqui.)

Se você considerar que o Cray XT5 usa 45.000 processadores AMD Opteron quad-core para fazer o mesmo trabalho, não há como não ficar ao menos um pouco impressionado. [Top500]