As máquinas vêm ganhando do cérebro humano há algum tempo. Deep Blue vs. Garry Kasparov, Watson vs. Ken Jennings, Siri vs. eu bêbado tentando operar o iPhone 4S. Agora, o Blue Gene da IBM está tentando não só superar, mas simular o cérebro humano. Ele chegou a 4,5% do seu objetivo e não para de avançar.

O projeto Blue Gene recebeu a Medalha Nacional de Tecnologia e Inovação nos EUA em 2009, e somente há dois anos ele precisava de 147.456 processadores para simular um cérebro de gato. Hoje essa simulação requer “apenas” 24.576 processadores; agora, o Blue Gene usa 147.456 CPUs pra simular 4,5% do cérebro humano.

E ele está a caminho de completar seu trabalho de, até 2019, transformar a mente humana em algo replicável por componentes. Até lá, os pesquisadores acreditam que precisarão de 880.000 processadores para simular 100% do cérebro humano. Ou seja, você tem oito anos para descobrir uma forma de contribuir para a sociedade que não dependa somente do seu cérebro – porque isso até um computador vai ter. [IBM via Scientific American]

Imagem por Argonne National Laboratory/Flickr