O evento da Apple, agendado para amanhã, deve trazer boas notícias para o público brasileiro. Além de todos os rumores especulados, mais o do novo iPad atualizado, é bem provável que a iBookstore nacional comece a vender ebooks por aqui. Isso faria muito sentido.

Kindle Fire e Nexus 7 são posicionados, também, como tablets propícios para a leitura. São pequenos, leves, fáceis de carregar e manusear. Se o novo iPad menor quiser bater de frente, é bem provável que a Apple foque nesse aspecto. E, na semana passada o Next Web sugeriu que o evento de amanhã pode acabar sendo bastante focado no iBooks — falamos dessa grande possibilidade também em nosso último podcast. As peças se encaixam.

Até ontem, a iBookstore, loja de e-books da Apple, disponibilizada apenas obras gratuitas já em domínio público na versão brasileira. Agora, não mais: o acervo foi estendido e inclui diversos títulos pagos, todos com preço em dólar, descrição e amostra. Os preços variam bastante, começando em US$ 0,99. O título mais caro avistado em uma rápida pesquisa foi de US$ 18,99, de A Fúria dos Reis, de George R. R. Martin. Também vimos obras de autores brasileiros contemporâneos, como Luis Fernando Veríssimo, Diogo Mainardi, Augusto Cury e Padre Fábio de Melo, para ficar em alguns.

Além da óbvia vantagem para quem já tem um iPad e, por algum motivo, não usa/gosta do app do Kindle, esse pode ser um belo indício de que o iPad Mini/Air não deve demorar a chegar aqui — quiçá, e leia isso com um pouco de otimismo, um lançamento simultâneo com os mercados mais tradicionais, que costumam receber os iDevices primeiro. [Blog do iPhone via Tecnoblog]