A Mattel, fabricante dos carrinhos Hot Wheels e das bonecas Barbie, abraçou há muito tempo a ideia de ajudar crianças a fazer seus próprios brinquedos. Agora, ela quer fazer isso com uma tecnologia mais avançada: a impressão 3D.

>>> Google quer levar realidade virtual para crianças com a Mattel

Na década de 60, a Mattel lançou o primeiro ThingMaker, que permite às crianças criar bonecos jorrando plástico líquido em moldes e, em seguida, aquecendo-os num pequeno forno elétrico.

Agora, temos a ThingMaker 3D, uma impressora 3D que custa apenas US$ 300. Aliada a um app de smartphone, ela permite às crianças criar uma ampla gama de brinquedos, indo de joias a bonecos.

O app opera a impressora e oferece um software de modelagem 3D bem sofisticado, para que o usuário crie brinquedos novos direto no tablet ou smartphone. Você pode transmitir seus projetos sem fio diretamente de seu dispositivo touchscreen para a impressora.

A Mattel fez parceria com a empresa de software Autodesk para garantir que o aplicativo fosse rápido, fácil de navegar e não tivesse problemas de travamento, como tantos outros apps malfeitos nessa área.

ThingMaker 3d Mattel (8)

Como o software foi terceirizado para a Autodesk, ele funciona com outras impressoras 3D – não apenas com a ThingMaker 3D. Mas outras impressoras 3D não são tão acessíveis ou bem construídas nesse nível de preço.

O aplicativo ThingMaker Design já está disponível para iOS e Android, e vem carregado com dezenas de modelos que incluem anéis, colares, escorpiões, esqueletos e muito mais. Você pode escolher cores diferentes para diferentes partes do brinquedo, e também pode criar novos brinquedos usando articulações simples de bola-e-soquete, que saem impressas em muitas das peças.

ThingMaker 3d Mattel (9) ThingMaker 3d Mattel (10)

Como uma impressora 3D pode ser segura o bastante para crianças usarem? Bem, a cabeça de impressão se retrai quando o dispositivo não está em uso, para que crianças pequenas não tentem tocá-la e acabem se queimando. E a Mattel garante que qualquer brinquedo impresso no sistema é seguro para crianças a partir de 3 anos.

A ThingMaker 3D é uma das impressoras 3D mais fáceis de usar que eu já vi. Isso é principalmente graças ao seu app bem intuitivo: isso facilita muito ao entender as peças que você está imprimindo, e como elas se encaixam em outras partes do brinquedo.

O app também impede que as crianças enviem projetos que possam entupir a cabeça de impressão, o que às vezes é um problema em impressoras de nível profissional.

ThingMaker 3d Mattel (2)

A ThingMaker 3D usa um filamento duro de plástico PLA, que rapidamente se tornou o padrão no movimento da impressão 3D.

A Mattel não anunciou especificamente quantas cores estarão disponíveis na altura do lançamento, mas um porta-voz deixou claro que eles têm a intenção de oferecer um monte. No estande da Toy Fair de Nova York, vimos duas dúzias de cores diferentes em exposição.

ThingMaker 3d Mattel (3)

Um porta-voz da Mattel também disse que há uma boa chance de que a empresa vai lançar diferentes materiais de impressão também. Um dos candidatos óbvios é um plástico mais macio, usado para criar cabeças maleáveis de bonecos.

Há também uma probabilidade elevada de que a Mattel inclua plásticos que brilham no escuro, ou outros materiais que mudam de cor quando expostos a raios ultravioleta.

ThingMaker 3d Mattel (4)

Por enquanto, a Mattel não diz se lançará modelos de impressão para suas marcas mais conhecidas como Barbie ou Hot Wheels, mas este parece ser um próximo passo óbvio se a impressora fizer sucesso.

A ThingMaker 3D será lançada no quarto trimestre, e estará em pré-venda nos EUA através da Amazon. [ThingMaker]

Fotos por Mattel e Diane Bondareff/AP