Diferente do YouTube, o Instagram nunca teve um sistema para dividir verba de publicidade com influenciadores da rede. Isto está prestes a acabar. A rede passará a testar duas formas para facilitar que criadores ganhem alguma grana diretamente na plataforma: por meio de propagandas no IGTV e possibilitando doações em lives por meio do que eles chamam de Badges.

Por ora, é um projeto piloto e que funcionará com alguns poucos usuários nos Estados Unidos, mas a ideia é fornecer as soluções para pessoas do mundo todo.

Sobre as propagandas no IGTV, elas aparecerão assim que os usuários tocarem em algum vídeo da plataforma enquanto navegam pelo feed do Instagram. Lá, serão disponibilizados anúncios de até 15 segundos. A rede sinaliza que deve contar com uma opção de “pular anúncios” para que a experiência não seja incômoda.

Os Badges lembram um pouco o que já ocorre no YouTube. Durante uma live, os usuários poderão contribuir com US$ 0,99 (um coração), US$ 1,99 (dois corações) e US$ 4,99 (três corações). Quem pagar por esses “corações” aparecerá com um destaque para a pessoa que estiver transmitindo.

Recurso de Badgets permitirá que usuários façam doações durante lives no Instagram

Num primeiro momento, os criadores receberão 100% do que for arrecadado, mas o Instagram deve explorar formas de compartilhamento de receita no futuro.

A iniciativa faz sentido e chega um pouco atrasada. Há dois anos, durante o lançamento do IGTV, o Instagram sinalizava que iria passar a ter modelos de monetização para favorecer criadores de conteúdo, mas o mais próximo disso foi facilitar com que as pessoas vendessem itens na rede social.