Com a queda de popularidade do Facebook, a empresa parece estar disposta a concentrar seus esforços para manter o sucesso do Instagram. Com a ameaça de concorrentes, como o TikTok, a companhia vem testando algumas estratégias para conquistar e expandir sua base de usuários.

Uma dessas tentativas foi impulsionar o IGTV inserindo os vídeos no próprio feed das pessoas. Parece que deu certo, pois o Facebook anunciou que vai remover o botão dedicado ao recurso, que aparecia no topo do aplicativo do Instagram, por falta de uso, já que os usuários preferem visualizar os vídeos pelo feed.

Captura de tela: TechCrunch

Em declaração ao TechCrunch, um porta-voz do Facebook explicou:

“À medida que continuamos a trabalhar para facilitar a criação e descoberta de conteúdo no IGTV, percebemos que a maioria das pessoas encontra esse conteúdo por meio de visualizações no Feed, do canal IGTV na aba Explorar, dos perfis dos criadores e do aplicativo autônomo. Poucos usuários clicam no ícone IGTV no canto superior direito da tela inicial no aplicativo Instagram.

Sempre buscamos manter o Instagram o mais simples possível, por isso estamos removendo este ícone com base nesses aprendizados e comentários da nossa comunidade”.

Embora a empresa, obviamente, utilize um tom otimista em sua explicação, o TechCrunch observa que essa mudança não significa necessariamente que mais pessoas estão assistindo ao IGTV. O site faz uma comparação mostrando que, enquanto 7 milhões dentre os mais de 1,1 bilhão de usuários do Instagram baixaram o aplicativo do IGTV nos 18 meses desde que foi criado, o número de downloads do TikTok foi de 1,15 bilhão no mesmo período.

Ou seja, por mais que o Facebook justifique a remoção do botão do IGTV com os resultados positivos da sua estratégia de inserir os vídeos no feed, o sucesso dos concorrentes continua a assombrar a plataforma.

Um dos motivos que impedem que o IGTV prospere, ainda segundo o TechCrunch, é a falta de uma estratégia de monetização do recurso. Por enquanto, os criadores de conteúdo ainda não conseguem ganhar dinheiro diretamente com seus vídeos como em outras plataformas. Dessa forma, não há um incentivo para a produção de conteúdo que poderia ser relevante aos usuários e, consequentemente, não há motivos para as pessoas dedicarem seu tempo e atenção ao IGTV.

[TechCrunch]