O Instagram decidiu fazer uma limpa em suas APIs, e isso vai afetar diversos apps de terceiros. A rede social vai barrar o acesso ao seu feed, basicamente eliminando serviços que imitam o Instagram com outra interface. Mas… e o 6tag?

O TechCrunch explica que apps de terceiros não terão mais acesso ao seu feed do Instagram. Isso vai afetar plataformas que não têm apps oficiais, como o iPad: clientes como Retro, Flow e Padgram terão que mudar.



Isso também deve afetar o Windows Phone, plataforma na qual o app oficial do Instagram chegou a ficar 17 meses sem uma atualização. Ele ainda está em beta e nem permite postar vídeos!

A principal alternativa é o 6tag, criado e mantido pelo desenvolvedor Rudy Huyn. Ele diz no Twitter que, felizmente, os usuários não precisam se preocupar:

“Minha relação com o Instagram é 1520 vezes melhor que com o Snapchat”, diz Huyn. Ele criou o 6snap, app não-oficial do Snapchat para Windows Phone, que foi removido da loja.

Apps que servem para repostar fotos, como Repost e InstaRepost, também terão que se adaptar: eles podem acessar o perfil de usuários individualmente, mas não poderão ver nem exibir seu feed, dificultando um pouco as coisas.

Por que o Instagram está fazendo isso? Eles explicam ao TechCrunch:

Apenas uma pequena fração da leitura de feeds acontece em apps de terceiros… A empresa diz que, se comparado aos 400 milhões de usuários no Instagram, até mesmo o cliente não-oficial mais popular tem 0,5% de usuários ativos mensais – cerca de 2 milhões…

O Instagram vai se beneficiar por concentrar seus recursos de engenharia e design em suas plataformas principais, em vez de se preocupar com o efeito de novos recursos ou alterações em clientes pouco utilizados.

Daqui para a frente, a plataforma do Instagram só permitirá apps de edição de fotos; apps para gerenciar marcas e anúncios; e ferramentas para a mídia.

Os aplicativos existentes terão que obedecer a essas regras a partir de 1º de junho de 2016, então os desenvolvedores terão seis meses para se adaptar. (Para novos apps, as regras já entrarão em vigor no mês que vem, a partir de 3 de dezembro.)

[Instagram Blog via TechCrunch]

Foto por Mark Lennihan/AP