Aos poucos, o compartilhamento de vídeos se tornou uma parcela do nosso uso diário das redes sociais. Desde o lançamento do Vine, competidores estão surgindo para ganhar um espaço nesse novo mercado. Entre eles, aparentemente, está o campeão do compartilhamento de imagens, o Instagram, que pode adicionar os vídeos ao seu arsenal ainda neste mês. E ele pode superar o Vine – eis alguns motivos para isso:

Filtros

ku-xlarge (1)

O Instagram transformou o compartilhamento de fotos ao popularizar filtros que alteram a cor, textura e foco. Você pode gostar ou não deles, mas não há como questionar a contribuição do Instagram para tornar coisas mundanas tão bonitas. Vídeos amadores são tremidos e sem graça, e o Instagram poderia ajudar a melhorá-los com a adição de filtros.

Usando imagens gravadas anteriormente

Se você quiser postar um vídeo no Vine, precisará gravar no app do Vine. Você não pode pegar vídeos guardados no seu smartphone, e isso limita bastante e torna a experiência um pouco frustrante. Isso significa que você não pode editar os arquivos em outros apps, ou usar material gravado em outras câmeras. O Instagram poderia abrir as portas para conteúdo de outro lugar, como já faz com fotos, dando mais opções e flexibilidade para os usuários.

Website dedicado

ku-xlarge

Demorou um pouco para o Instagram tornar as bibliotecas de imagens dos usuários disponíveis fora dos apps. Atualmente, o conteúdo do Vine só pode ser visto dentro dele, ou incorporado ao Twitter ou outro site. As pessoas adoram centralizar a visualização de arquivos de mídia, e o Instagram faria muito bem se colocasse os vídeos na sua versão para desktop.

Exportar como um GIF

Não é provável que isso aconteça. mas a opção de exportar o vídeo (ou uma parte dele) como um pequeno GIF animado seria ótima. Atingiria todo o público obcecado por GIFs na internet, e criaria um arquivo extremamente portátil.

ku-xlarge

Opções de edição

O Vine criou uma forma bastante criativa de criar vídeos com vários cortes usando apenas seu dedo e restrição de tempo de 6 segundos. É bem legal ver os usuários usando a imaginação ao encontrar a limitação do que você pode criar. Mas é muita limitação. O Instagram nunca teve um nível muito alto de customização, mas ele poderia aumentar um pouco o que o Vine oferece em termos de edição e opções de gravação – talvez uma forma de reorganizar ou cortar as cenas.

O Instagram precisaria ter cuidado para não prejudicar a experiência de usuário, mas frequentemente opções simples têm o potencial de abrir portões para novos e interessantes vídeos.

Menos fragmentação

O Instagram já conta com uma gigantesca base de usuários. E, como parte do Twitter, o Vine teoricamente deveria ter acesso a uma base similar. Mas não é isso que acontece – Twitter e Vine são duas experiências diferentes em dois apps diferentes. Se o Instagram lançar um produto decente, muitos vão usá-lo no lugar do Vine simplesmente pela comodidade de já usarem o Instagram e não gostarem da ideia de ter que acompanhar mais um serviço, mais um app.