Cada vez mais, gadgets conseguem se conectar entre si dispensando fios. Você pode conectar o laptop ou tablet à TV via Miracast; pode enviar arquivos via Bluetooth, Wi-Fi Direct ou AirDrop; e pode carregar a bateria de smartphones com dispositivos Qi.

Mesmo assim, ainda vivemos cheios de fios. Qual é o próximo passo? Para a Intel, é criar telas wireless e carregamento de laptop por indução. Ela promete trazer um futuro assim até 2016.

Na feira Computex em Taipei, o vice-presidente sênior da Intel Kirk Skaugen explicou que processadores pós-Broadwell – codinome Skylake – vão acabar com os cabos, segundo a CNET.

A empresa trabalha em um novo protocolo, chamado WiGig, que trabalha a uma velocidade de até 7 Gbps para conectar dispositivos móveis e telas. Funciona assim: quando você coloca um laptop ou tablet compatível próximo a um monitor, isso cria uma conexão instantânea, e ele exibe a imagem do seu dispositivo móvel sem exigir fios. Quando você sair da área de alcance, o monitor deixa de exibir a imagem.

rezence

A Intel também promete carregamento sem fio, que ainda é uma dor de cabeça por causa do mercado fragmentado. A empresa aposta no Rezence, concorrente do Qi que permite carregar vários dispositivos ao mesmo tempo, inclusive através de mesas e tecidos.

Na Computex, a Intel exibiu um sistema utilizando esta tecnologia instalada sob uma mesa: ela é capaz de penetrar 5 cm de madeira e carregar múltiplos itens de uma vez. Você só coloca seu laptop – e smartphone, e tablet – na mesa e ela carrega as baterias. Sim, o carregador precisa estar ligado à tomada, mas imagine sua mesa de trabalho sem fios visíveis – é o futuro!

São ideias ótimas, mas precisam virar realidade. Bem, a Intel fez parcerias com Dell, Fujitsu, Lenovo, Logitech, Panasonic, Toshiba e Asus para avançar este projeto. Quanto menos fios, melhor. [CNET]