Dados do ranking da Ookla, empresa norte-americana responsável pelo Speedtest, popular teste de desempenho de conexões móveis, mostram que a velocidade da internet móvel do Brasil piorou.

Recentemente, a Speedtest divulgou os resultados obtidos a partir de um monitoramento trimestral realizado pela empresa em diferentes regiões.

O levantamento mostra que o Brasil caiu uma posição, e agora ocupa a 76ª colocação entre 138 países. No ranking geral, os primeiros colocado na lista são os Emirados Árabes Unidos, com velocidade de 238,06 Mbps, seguido da Coreia do Sul, com 202,61 Mbps. Afeganistão, que vive tensão social e política, aparece na última colocação, com uma velocidade média de 7,27 Mbps para celulares.

A pesquisa avalia a qualidade da conexão de internet móvel disponibilizada pelas principais operadoras do país — a partir de critérios como velocidade, estabilidade e atraso da troca de informações entre dispositivos e provedores.

Vale mencionar que o relatório considera o desempenho geral das operadoras de telefonia móvel que atuam no país, e usam dados fornecidos pelos smartphones que possuem suporte à rede 5G. Ou seja: dessa forma, as empresas não são prejudicadas por testes negativos em aparelhos que apresentam limitações de hardware.

Segundo os dados, o Brasil apresentou uma velocidade média de download móvel de 33,92 Mbps (megabits por segundo), sendo a terceira melhor da América do Sul — atrás apenas de Uruguai e Suriname. Entretanto, ficamos bem atrás de outros países. A média global foi aferida em 63,15 Mbps.

O relatório mostrou detalhadamente a classificação das operadoras no Brasil. Em primeiro está a Claro, que obteve o melhor desempenho no segmento de internet móvel no Brasil com (44,76 Mbps), superando grandes concorrentes como a Vivo com (32.19 Mbps), Tim (28.21 Mbps) e a Oi com (21.88 Mbps).

A nota em relação à velocidade é calculada a partir da média de desempenho entre download e upload, levando em conta todos os tipos de rede (2G, 3G e 4G).

A Claro chama a atenção por manter um nível de estabilidade da conexão que se aproxima de 88,5%, garantindo pelo menos 5 Mbps de velocidade mínima de download e 1 Mbps de upload.

O relatório também mostrou o top 10 dos lugares com a melhor e a pior velocidade de internet móvel. Quem puxa a fila, com a maior velocidade, é Brasília. Manaus é a pior da lista.

  • Brasília – 31,44 Mbps
  • Curitiba – 29,35 Mbps
  • Rio de Janeiro – 25,14 Mbps
  • São Paulo – 25,08 Mbps
  • Salvador – 23,66 Mbps
  • Goiânia – 21,91 Mbps
  • Belo Horizonte – 21,60 Mbps
  • Fortaleza – 20,09 Mbps
  • Recife – 18,65 Mbps
  • Manaus – 18,37 Mbps

O levantamento indica também quais smartphones vendidos no Brasil garantem uma conexão mais consistente. Segundo a empresa, o iPhone 12 5G foi o aparelho com o melhor desempenho para fazer downloads, com 53,28 Mbps. Entre os cinco primeiros telefones da lista, quatro são modelos da Apple.

Assine a newsletter do Gizmodo

O único que foge à regra é o Galaxy Note20 Ultra 5G, com velocidade média de 37,73 Mbps, que ocupa a quarta colocação.

Confira a lista completa

  • iPhone 12 5G – 53,28 Mbps
  • iPhone 12 Pro 5G – 51,21 Mbps
  • iPhone 12 Pro Max 5G – 50,96 Mbps
  • Samsung Galaxy Note20 Ultra 5G – 37,73 Mbps
  • iPhone 11 Pro – 37,16 Mbps