Se o incômodo de uma tela pequena, teclado pequeno e trackpad pequeno não forem o bastante para convencer você de que os netbooks deixarão de ser o fenômeno que foram depois que os tablets entrarem no mercado, então os resultados deste estudo devem convencer você.

Com uma amostra de "mais de mil [pessoas] distribuídas entre sexos, idades, rendas e localidades nos EUA", a Retrevo descobriu que, das pessoas que consideraram comprar um netbook ano passado, 30% acabou levando um iPad. 40% comprou um netbook depois de esperar o anúncio do iPad em janeiro, e os 30% restantes compraram um netbook sem levar em consideração os planos da Apple.

Lembre-se, o iPad custou pelo menos US$200 a mais para quem queria comprar um netbook – talvez mais.

Eu não acho que, só com esses resultados, seja possível declarar o iPad um enorme sucesso. Mas das pessoas que estavam inicialmente interessadas em um netbook (que foi o que a Retrevo perguntou), as características nas quais as pessoas estavam mais interessadas eram "portabilidade", "preço" e "bateria". Em outras palavras, se o preço do iPad cair, ele pode atingir ainda mais pessoas antes interessadas em um netbook.

Claro, 7% preferiram um netbook em vez de um laptop por "outros motivos", que imagino ser a categoria "tipo, é pequeno mas tem um teclado físico e roda um sistema operacional completo e tem programas convenientes, como o Flash, não é um iPod Touch gigante ou coisa do tipo". Esse grupo vai levar seu Eee até o túmulo, compreensivelmente. [Retrevo via VentureBeat]