Alex Banks, diretor-geral da comScore, disse no evento Digital Age 2.0 que “em quatro meses, o tráfego gerado por smartphones e tablets aumentou em 60%” no Brasil. Segundo ele, não se viu isso em nenhum outro lugar do mundo. Além disso, os tablets já correspondem a quase 40% do tráfego de dispositivos móveis, e o iPad já supera o iPhone e Android em número de pageviews.

No Brasil, a navegação vinda de iPads (34,3%) já supera a gerada a partir do iPhone (20,9%), de smartphones com Android (14,5%) e também dos feature phones (não-smartphones). No Gizmodo Brasil, a história é semelhante: o iPad corresponde a 29,9% dos pageviews vindos de dispositivos móveis; o Android fica em segundo lugar, com 29,4%; e o iPhone em terceiro, com 27%. O iPod Touch gera 4,1% dos pageviews, e outros dispositivos correspondem a 9,7%.

As porcentagens acima consideram apenas os dispositivos móveis. Levando-se em conta desktops e notebooks também, vê-se que o tráfego via smartphones e tablets até cresceu bastante, mas ainda é bem pequeno: Banks diz que ele corresponde a apenas 1% do tráfego total. Esse valor, no entanto, aumenta para 4% no caso de portais de tecnologia. O Gizmodo Brasil, por sua vez, recebe de dispositivos móveis 9,6% dos pageviews.

O Brasil já tem quase 80 milhões de pessoas com acesso à internet, número que vem crescendo a uma taxa de 25% por ano. E, cada vez mais, os smartphones e os tablets serão mais uma forma de acesso para nós. [Digital Age via IDG]