Sai de campo o smartphone da Apple, entra em seu lugar um papel com nomes, endereços e telefones para contato. É assim que boa parte das lojas das quatro operadoras brasileiras têm operado. O pessoal do MacWorld Brasil visitou quatro lojas e não encontrou nenhum vestígio da maçã. O primeiro estoque do iPhone 4 no Brasil está acabando, e não há nenhuma previsão da chegada do próximo.

Segundo as quatro operadoras, a escassez do iPhone 4 nas lojas deve-se a alta demanda, que superou as expectativas. Todas falam de “fluxo” e “aguardo de reabastecimento”. A Claro diz que apenas algumas lojas não tem mais estoque, mas a Tim diz que a alta demanda não só no Brasil, mas no mundo, causou a situação – mesmo caso da Vivo. O caso da Oi parece ser o mais grave: a empresa começou com um lote de apenas mil aparelhos, e o leitor Pedro Henrique Gama relatou que tentou de todos os modos comprar o aparelho pela operadora – loja física, internet, telefone – mas não conseguiu.

Questionada sobre o prazo do segundo lote do aparelho, a Apple Brasil não confirmou data. Também não há informações concretas do tamanho do primeiro lote que as operadoras receberam. Basicamente, se você quer comprar um iPhone 4 hoje, será necessário garimpar várias lojas das operadoras ou apelar para o mercado cinza. Há também a possibilidade de esperar o segundo lote, que se não chegar antes do Natal, será um tiro no pé daqueles. [MacWorld via Tecnoblog]