Depois de anunciar o recall de baterias para os iPhone 6s que estavam desligando repentinamente, a Apple diz ter descoberto o motivo do problema ter acontecido: ar. Especificamente, um componente vital da bateria ficou exposto ao ar por muito tempo.

• Apple anuncia recall de bateria para iPhone 6s que desliga de repente
• Apple vai corrigir “doença do touch” em iPhones 6 Plus no Brasil por R$ 799

Num comunicado para a imprensa, a companhia explicou que em setembro e outubro de 2015, “um pequeno número de dispositivos iPhone 6s…continham um componente da bateria que foi exposto ao ar em um ambiente controlado por mais tempo do que deveria”.

“Como resultado, essas baterias se degradaram mais rapidamente do que o normal e fez com que os celulares desligassem repentinamente. É importante notar que esse não é um problema de segurança”, disse a Apple.

A companhia está oferecendo a troca de baterias gratuitamente. Para saber se o seu iPhone 6s precisa passar pelo recall, será necessário levá-lo à Apple Store ou a uma assistência técnica autorizada. No site da empresa, é possível encontrar os endereços.

O meu celular estava desligando toda hora e eu pude fazer a troca gratuitamente. Levei o aparelho até uma Genius Bar e a demanda por novas baterias é grande, por isso vai levar uma semana ou duas para consertar meu iPhone – e justamente por isso estou me perguntando qual é a definição da Apple para “um pequeno número de dispositivos”.

Este ano, a Apple já fez recall de adaptadores de tomada que correm risco de dar choque nos usuários, incluídos em diversos Macs e dispositivos iOS; e de cabos USB-C defeituosos que recarregam o MacBook de 12″.

Enquanto isso, o problema chamado “doença do touch” não recebeu o mesmo tratamento. Desde agosto, usuários relatam que a touchscreen de alguns iPhone 6 Plus para de responder, e a tela acaba ficando com uma barra cinza na parte superior. Recentemente, a Apple anunciou que tem um programa oficial para corrigir isso, mas é preciso pagar R$ 799.

[Apple via Digital Journal]

Imagem: Flickr/Toshiyuki IMAI.