Astronautas da Estação Espacial Internacional viram “pequenos flocos brancos” saindo da ISS e flutuando para o espaço. A NASA e tripulação da Expedição 35 dizem que os flocos brancos são amônia, e que a taxa de vazamento de amônia está aumentando. Hmm. Isso não pode ser bom, certo?

A ISS usa amônia líquida para resfriar os sistemas de energia da estação espacial, que se conectam a oito painéis solares. Cada painel solar tem seu próprio fluxo independente de refrigeração.

Não é a primeira vez que a refrigeração por amônia dá problema: aconteceu um pequeno vazamento pela primeira vez em 2007; em 2012, dois astronautas tentaram corrigir esse vazamento (que não era visível como este). A NASA não se sabe se o vazamento atual é o mesmo que o antigo, ou um completamente novo.

A NASA diz que a equipe não está em perigo, mas eles estão levando o vazamento muito a sério. Kelly Humphries, porta-voz da NASA, diz ao Space.com que o vazamento afeta um sistema importante. Segundo o Space.com:

Se elas perderem a capacidade de resfriar essa matriz de energia solar, ela não poderá gerar energia para a estação espacial. De fato, o vazamento se agravou a tal ponto que o Controle de Missão espera que o fluxo de amônia com vazamento seja desligado dentro das próximas 24 horas.

A NASA diz que está desenvolvendo planos para redirecionar outros sistemas de energia, para que possam manter o pleno funcionamento dos sistemas que recebem energia do painel solar com o vazamento. [NASA via SPACE]