J.J Abrams, diretor de alguns filmes de Star Wars e Lost, trabalha um roteiro de um filme baseado no jogo “Portal”, da Valve. O longa será produzido pela Warner Bros. e ainda não não tem data para ser lançado.

Em entrevista ao site americano IGN, o diretor confirmou que a produção do filme ainda está viva e contou como está o trabalho. “Na verdade, temos um roteiro que está sendo escrito para o filme Portal agora na [Warner Bros.]. Estamos muito entusiasmados com o projeto, então parece que essa coisa está finalmente nos trilhos”, disse ele.

A primeira versão do jogo mostra o protagonista Chell, uma cobaia da empresa Aperture Science que tenta escapar de uma instalação usando apenas uma arma que cria portais limitados. É importante frisar o limitados. Afinal, a arma tem o poder de criar passagens conectadas e próximas umas das outras. Se ele pudesse escapar com um único tiro, o jogo nem existiria.

Mas o que mais tem potencial para um filme, no caso de Portal, é a vilã GLaDOS, uma inteligência artificial bem sacana que fica provocando o protagonista o tempo todo. Se conseguirem reproduzir seu sarcasmo e ódio na tela, vai ser incrível.

Assine a newsletter do Gizmodo

J.J Abrams não revelou quem está trabalhando no roteiro do filme, mas prometeu muita diversão para os espectadores. “Tem um potencial enorme por uma série de razões, uma das quais é a narrativa limitada do jogo, tão engenhosamente contada como é, o potencial disso é enorme. Vai ser super divertido.”

Fogo cruzado nas estrelas

Abrams viu sua carreira entrar no olho do furacão por causa da repercussão dos filmes “Star Wars Ascensão Skywalker” e “Star Wars O Despertar da Força”. Muitos dos fãs da saga não gostaram da trilogia final e não pouparam críticas.

Você pode até não gostar dos filmes e achar que eles não têm conexão com as trilogias prequels e sequels – e talvez tenha razão. Entretanto, a importância dos filmes foi ímpar para termos um desfecho do trio que trouxe a galáxia até nós (Luke, Leia e Han Solo), mesmo não sendo o melhor.