A Amazon prometeu incluir a funcionalidade de empréstimos de livros em outubro, mas parece que só esta semana eles cumpriram. Antes tarde do que nunca — por dois dias, eles ainda conseguiram em 2010.

A notícia boa é que o sistema de empréstimo do Kindle é tão bom quanto o do Nook. A má é que não é melhor. Um pequeno grupo de livros é “emprestável”, por um período de 14 dias, para qualquer pessoa usando Kindle em qualquer aparelho. É responsabilidade das editoras autorizar, ou não, o empréstimo dos seus livros. E não parece haver uma maneira simples de filtrar ou buscar apenas livros que ofereçam tal possibilidade.

O processo do empréstimo é incrivelmente fácil: basta clicar no botão “Loan this book” (“Emprestar este livro”) e preencher o nome e email da pessoa para quem você quer emprestar, além de incluir um recado opcional. A outra pessoa terá 7 dias para aceitar o empréstimo e, depois disso, mais 14 dias para ler o livro antes que ele desapareça do aparelho, possivelmente em uma fumaça de e-ink preta.

Ainda que estejamos submissos à bondade das editoras e ao período de 14 dias, que é bem curto para alguns livros maiores, é um ótimo recurso. [Amazon]