A juíza Lucy Koh entrou no espírito natalino bem cedo. No tribuna, enquanto presidia o eterno caso Apple-Samsung, ela pediu a “paz global” entre as duas empresas.

Apesar de ser compreensível, a afirmação causou risadas no tribunal. Mas Lucy Koh não deixou quieto. Ela rapidamente respondeu:

“Eu não estou brincando… digo isso o tempo inteiro. Acho que está na hora da paz global… se tem um jeito desta corte facilitar algum tipo de resolução, eu gostaria de fazer isso. Acho que seria bom para os consumidores e para a indústria.”

Direto ao ponto. Mas enquanto o advogado da Samsung disse que a empresa está “disposta a conversar”, a Apple resmungou sobre o fato da multa de US$ 1 bilhão para a Samsung ser apenas “um tapa no pulso”. Então um representante da Samsung disse que a Apple prefere “competir nos tribunais do que no mercado”. Muito maduro!

O impasse entre as empresas agora está no fato da Apple considerar a multa de US$ 1 bilhão muito baixa e querer aumentá-la em mais US$ 500 milhões, enquanto a Samsung quer uma indenização menor ou outro julgamento.

Tudo isso fez a juíza Koh perguntar “Quando é que este caso vai ser resolvido?”. Parece que ela não vai ganhar o que quer no Natal. [ReutersFinancial Times vai Engadget]