Nos últimos anos, a empresa Matrix ficou conhecida pelos seus relógios que usavam a energia do calor do corpo para funcionar. Porém, na CES 2020, a empresa decidiu tomar um rumo diferente usando sua tecnologia termoelétrica. O seu mais novo gadget, Juno, quer ajudar você a esfriar rapidamente bebidas que estejam muito quentes.

Tive a oportunidade de ver a demonstração do Juno e a Matrix não está mentindo – o produto realmente funciona como o prometido. Ao chegar, o pessoal da Matrix me ofereceu uma lata de água com gás com sabor pêssego, que estava na temperatura ambiente. E tudo aconteceu como num passe de mágica.

Eu me certifiquei que a lata estava mesmo na temperatura ambiente. Então, eles colocaram a bebida dentro de um protótipo do Juno, alguns botões foram pressionados e jogamos um pouco de conversa fora. Cerca de um ou dois minutos depois, me deram uma lata bem gelada.

O truque também funcionou numa caneca de café fresco que estava bem quente. Novamente, coloquei a mão na caneca e me certifiquei que estava pelando. Dava até pra ver a fumaça saindo. Então, o café foi colocado numa garra térmica, levada até o Juno e precisei esperar um pouco mais do que antes. Depois que a máquina terminou de fazer seu trabalho, eu tinha em mãos uma caneca bem gelada.

A mágica do produto está em seu motor de resfriamento termoelétrico e no mecanismo de mistura proprietário da Matrix Industries. Isso significa que o recipiente da bebida sempre chega um pouquinho molhado por fora.

Basicamente, um líquido é misturado em torno do recipiente da bebida para tirar o calor, como se fosse um banho-maria inverso. A Matrix diz que o Juno é capaz de resfriar uma lata de cerveja de 350ml a 22ºC para 3ºC em apenas dois minutos. Ela também consegue resfriar uma garrafa de vinho em cerca de cinco minutos.

É um produto bacana, mas perguntei para um executivo da Matrix, Douglas Tham, por qual motivo eu compraria um aparelho de US$ 300 (R$ 1.220, na cotação atual) se eu simplesmente poderia usar gelo para resolver o meu problema. Ele tinha uma resposta na ponta da língua: o gelo derrete, e dilui sua bebida.

As luzes irão te dizer quando o Juno acaba de resfriar sua bebida. Foto: Victoria Song/Gizmodo

Justo, mas uma bebida ligeiramente aguada não parece ser um grande problema. Tham, por sua vez, disse que o gelo derretido e sua diluição em bebidas é um problema sério para mixologistas que procuram fazer drinks perfeitos. Mas, segundo ele, há benefícios de economia de energia, também.

Uma vez que o produto não usa químicos ou refrigeradores, ele é mais ecológico para a realização de eventos, especialmente para locais como estádios que possuem pouco espaço para refrigeração e geladeiras. A portabilidade do Juno também é uma vantagem para pequenos negócios, como salões, que quiserem oferecer bebidas geladas para os clientes.

Parece que a Matrix enxerga um público em potencial para aplicações comerciais, embora eu esteja bastante cética de que uma pessoa comum gostaria de comprar isso para deixar em casa.

Mesmo assim, é um dispositivo bastante bonito. As luzes de LED são simples – elas ficam vermelhas quando o produto está ligado e vão mudando para azul conforme a bebida está esfriando. É um detalhe, mas eu curti ficar olhando.

E para uma utilidade doméstica “inteligente”, fiquei feliz em saber que você não precisa de um aplicativo no seu smartphone para que ela funcione (já existem apps demais!) Todas as customizações para as bebidas podem ser feitas diretas no dispositivo.

A Matrix diz que a pré-venda do Juno já está disponível nos EUA, por um preço promocional de US$ 200 (R$ 815). O produto deve começar a ser enviado apenas no terceiro trimestre deste ano.