A Amazon lançou hoje, aqui no Brasil, a nova versão do Kindle de entrada. O preço continua o mesmo de antes, R$ 299, e agora ele tem uma tela sensível ao toque. Com a mudança, o modelo básico perdeu todos os botões físicos frontais.

O Kindle ganhou uma tela sensível a toque em 2012, com o lançamento da versão Paperwhite. A versão básica, porém, embora tenha mudado bastante ao longo dos anos continuava, até agora, a confiar em teclas físicas para passar páginas, fazer marcações, escrever anotações e navegar pelos menus do sistema.

A tela sensível ao toque facilita um bocado essas ações triviais do Kindle, embora para muitos (incluindo eu) a passada de páginas apertando botões seja mais confortável. Não dá para ter tudo — pelo menos não na versão básica. E não se anime com a qualidade da tela: ela continua com as mesmas seis polegadas e a mesma densidade de 167 pixels por polegada de antes, notavelmente mais baixa que as dos modelos mais caros — a tela do Paperwhite tem 212 PPI e a do Voyage, ainda não lançado no Brasil, 300 PPI.

Fora isso, o novo Kindle tem um processador 20% mais veloz que o antigo, o dobro do espaço interno (4 GB) e mantém as melhores características da linha: a bateria de longa duração e as dimensões e peso diminutos. Por dentro, o software ganhou algumas melhorias e duas delas, a busca avançada e o construtor de vocabulário, serão implementadas “em breve” através de uma atualização de sistema.

O modelo básico do Kindle custa R$ 299 e está à venda na Amazon e em algumas lojas do varejo parceiras, como o Ponto Frio. [Amazon]